SEGUIDORES

Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

6 de ago de 2013

SALÃO DA MARINHA ll





UM SALÃO DE ARTE CONCEITUADO

            



        O antigo Salão de Arte da Marinha do Brasil na cidade do Natal no rn. Esse salão de arte era um dos salões de artes da cidade mais conceituados e mais imparciais que eu já vi. Os artistas ficavam bem a vontade para participar desse salão. O júri para selecionar as obras eram independentes e conhecedores de arte, como artistas e pessoas que faziam parte do dia a dia da arte e da produção artística.



             



       Hoje esse salão já não existe mais, não sabemos os motivos, mas que ele faz muita falta para a cultura potiguar e para os artistas que fazem e vivem de arte na cidade, isso faz. A participação dos artistas nesse salão era uma honra para cada um deles. O salão tinha por si só, valorizar a arte e o artista, e incentivar economicamente cada um deles.



             



       As premiações iam desde troféus, prêmios em dinheiro por participação, e a premiação para os três primeiros lugares. Esse prêmio era feito há cada um dos artistas na abertura do salão. Depois tinha o coquetel e aí sim, dava-se por aberto a EXPOSIÇÃO. Seria muito bom se esse salão de arte voltasse de novo. Seria mais uma valorização com a arte e com o artista.


O REI DO BAIÃO

fonte da imagem:jconlineblogs.ne10




SIMPLESMENTE " LULA" PARA OS ÍNTIMOS

             


       O rei do baião Luiz Gonzaga do Nascimento foi um dos mais importantes nordestinos da música popular brasileira. Ele era compositor e junto com um dos seus parceiros musical José dantas fizeram grandes sucessos.

              



      Ele ficou mais conhecido na história da música como " Rei do Baião ". Lula como era conhecido pelos mais íntimos, era instrumentista. Como um músico popular ele foi reconhecido tanto no sertão do nordeste como em todo o Brasil.

              



      Uma das mais belas canções interpretada por Luiz Gonzaga nos anos 1960 e 1970 foi de autoria de Patativa do Assaré, outro grande artista nordestino. Luiz Gonzaga sempre abordava o cotidiano do homem do nordeste do Brasil em suas músicas, como: As dificuldades do homem sertanejo, a pobreza, alegrias, as suas tradições e todo o universo que faz parte dessa cultura nordestina.

              



       Sempre estava levando alegrias nas festas juninas com seu forró pé de serra para as quadrilhas juninas e para todos que participavam dos festejos. Luiz Gonzaga tinha uma indumentária própria que ele gostava de mostrar para o mundo como é a cultura do nordeste. Além da sanfona, zabumba e o triângulo as suas vestes eram parecidas com as que os cangaceiros usavam.

               



        Ele nasceu na cidade do Exú em Pernambuco. Passou a maior parte do tempo morando em minas e no Rio de Janeiro. Alguns dos seus grandes sucesso foram: Asa Branca, Juazeiro, Qui nem Jiló, Casa de reboco, xote das meninas etc. Luiz Gonzaga, seu LULA para os íntimos foi um dos maiores divulgadores da cultura popular do sertão do nordeste.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...