. ARTE E CULTURA POPULARA ARTE DE NEWTON AVELINO: 05/17/14

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    SEGUIDORES

    Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

    17 de mai de 2014

    TAMBAÚ


                                        

                              
                            A ONDE O SOL NASCE MAIS CEDO
          


             Quando eu estive na cidade de João Pessoa capital da Paraíba, vi que essa cidade é muito especial, e as pessoas muito hospitaleiras. A "Porta do Sol", como ela é conhecida. Por ser o ponto mais oriental das Américas, é lá que o Sol nasce primeiro, no continente americano.
          


         Segundo estudos de alguns institutos de pesquisa, à cidade é a onde existe menos desigualdade entre as capitais do Nordeste. Ela também  é considerada uma das capitais repleta de natureza e modernidade.
          


         Essa capital foi fundada no ano de 1585 com o nome de Nossa Senhora das Neves, ela é a terceira capital mais antiga do Brasil. Ela quando foi fundada já recebeu o título de cidade e também foi a penúltima a ser fundada no país no século XVI.
          


         O seu clima é tropical, e à sua economia é ativa, o seu PIB é duas vezes maior do que a segundo maior cidade da Paraíba, Campina Grande. O seu Turismo é um grande produtor de emprego e renda, além do seu comércio, que também  tem uma parcela grande na economia do estado.
           


          Essa cidade tem vários monumentos de arquitetura e arte barroca. Ela também tem o título de segunda capital mais verde do mundo, isso são calculado e baseado entre números de habitantes e de área verde. Eu me impressionei com o centro histórico da cidade e com a sua orla.
           


          O centro histórico dessa cidade você tem alguns monumentos históricos e que se adapta com a arquitetura moderna. A sua orla é muito limpa, bem sinalizada e com uma extensa ciclovia, faixas de pedestres a onde o motorista se preocupa muito com os pedestres.
            


          No calçadão você vai encontrar um calçadão limpo e bem largo, com lindas barracas de madeiras e vidro, com banheiros limpos para dar maior conforto para o turista. No acostamento do calçadão da orla tem espaços bem confortáveis para os carros.
           


           Você nota que nessa cidade o plano diretor proíbe construções acima de três andares. Isso deixa com que a orla da cidade de João Pessoa, fique linda, porque os prédios não tomam a visão das praias.
             


             Eu fui a João Pessoa e gostei muito do que vi nessa cidade. Pessoas educadas, ruas limpas e uma saborosa culinária. Seus pontos turísticos são alguns como: O farol de cabo branco, o centro histórico no centro da cidade, também  tem a praia fluvial do jacaré, você pode apreciar o por do sol ao som de Jurandy do sax. Isso sem falar na praia de tambaú. Bom, indo à João Pessoa, procure sempre alguma pessoa credenciada para te dar as informações corretas.






    O REI DO BAIÃO


                                       
                                  Fonte da imagem: cultura do juá                                                 
                                                                   



                                       A BANDEIRA DO NORDESTE
         




         O Rei do Baião LUIZ GONZAGA, nasceu no ano de 1912 em uma fazenda pelo nome de Caiçara, na CIDADE de Exu em PERNAMBUCO. Ela fica distante da cidade do RECIFE 603 Km. Ele foi o segundo filho e teve oito irmãos.

         O seu pai se chamava Januário e a sua mãe Ana. Gonzaga para os íntimos, veio ao mundo e foi criado entre a enxada e a sanfona, instrumento que o seu pai tocava. Foi observando o seu pai tocando aquela sanfoninha pé de bode como se chamava aquele antigo instrumento, que Luis Gonzaga tomou gosto pela coisa.

         Gonzaga aprendeu a tocar sanfona desde criança, quando adulto ingressou no exército brasileiro em 1930, e viajou com as tropas pelo Brasil. No Rio de Janeiro ele pediu dispensa da corporação para se tornar músico, aquela profissão que ele escolheu, era realmente a sua paixão.

          Luis Gonzaga como músico, chegou a tocar nas ruas, nas casas de bailes e cabarés para ganhar o seu sustento. Participou de programas de calouros na rádio nacional, acompanhou cantores, fez gravações como instrumentista, trabalhou em várias rádios apresentado músicas regionais.  

         A partir de 1953 o rei do baião Luiz Gonzaga, passou a apresentar-se com trajado com roupas típicas do sertão Nordestino, herança das roupas que os cangaceiros usavam.

         O seu parceiro de melodias mais famoso é o José Dantas, mas ele teve outros grandes parceiros de músicas, como: Humberto Teixeira, Patativa do Assaré, Dominguinhos, José Marcolino etc... As suas grandes músicas foram: Asa Branca, Luar do Sertão,Vida de Viajante... Entre tantas outras lindas músicas que esse gênio da música nordestina fez e cantou.

         Luiz Gonzaga é um daqueles humildes nordestinos que Deus lhe deu talento para mostrar ao mundo o grito de um povo sofrido e perseguido pela seca que sempre assola o Nordeste do Brasil. Mesmo tendo nascido em uma casinha no pé da serra do Araripe, esse genial homem, deixou a sua obra para à história. Ele foi um artista que cantava pássaros, animais e cantava as histórias da sua gente. Luiz Gonzaga deixou um legado para as próximas gerações. Sua obra é muito rica, e muito extensa.




    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    GOSTARIA DE ASSINAR O NOSSO FEED?

    100% gratuito

    RECEBA AS ATUALIZÇÕES DO NOSSO BLOG DIRETAMENTE NO SEU E-MAIL

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO BLOG