, A ARTE DE NEWTON AVELINO: 06/14/14

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    SEGUIDORES

    Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

    14 de jun de 2014

    SISAL NORDESTINO

                                                             Fonte da imagem: blogdomeniltonmiranda
                          


               
                  A FIBRA MEXICANA QUE VEIO PARA O BRASIL
       




        Para a região nordeste do Brasil, ele foi muito importante e ainda continua sendo um meio de vida para os povos mais humildes do interior do nordeste ganhar dinheiro e gerar fonte de renda. O agave ou sisal, como é bem conhecido na região, é uma planta de estrutura vegetal fibrosa e também têxtil.

       


        Ela é originária do México, e foi introduzida em nosso país na década de 1960. Com a sua fibra podemos fazer cordas, cordões. Ele também pode ser agregado ao artesanato, dando mais opções para que os artesões criem com a sua fibra, diversas peças e de vários modelos e gostos, para que o público apreciar e comprar.

      


        Tendo em algumas partes do Nordeste, algumas regiões mais remotas o manejo dele ainda é manual. O maior cuidado é na hora que o homem tem que colocar o sisal na máquina, e manejá-lo, pois ao menor descuido a lâmina pode decepar os dedos ou mesmo a mão do operário.

       


        Pelo que consta o Brasil ainda é o maior exportador de sisal do mundo,sendo a região da Bahia a maior sisaleira do Brasil. Ele se destaca pela capacidade de geração de empregos, e por meio de uma cadeia de serviços tais como: a manutenção das lavouras, a extração e o processamento da fibra, a sua industrialização e muitos outros benefícios que ele trás para o homem do campo.

       


        O sisal pode substituir a fibra de vidro, a sua folha é batizada pela ciência de " Agave sisalana Perr", elas podem chegar a pelo menos 2 mts de comprimentos. Elas não tem caules. No Nordeste brasileiro, é produzido em uns 112 municípios que ficam distribuídos entre a Paraíba e Rio Grande do Norte, mais a grande produção mesmo é no estado da Bahia. Mesmo sendo oriunda do México essa planta se adaptou ao Nordeste brasileiro e hoje podemos tê-la como um símbolo nordestino.



    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    GOSTARIA DE ASSINAR O NOSSO FEED?

    100% gratuito

    RECEBA AS ATUALIZÇÕES DO NOSSO BLOG DIRETAMENTE NO SEU E-MAIL

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO BLOG