, A ARTE DE NEWTON AVELINO: 07/26/14 07/26/14 - A ARTE DE NEWTON AVELINO

SEGUIDORES

Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

26 de jul de 2014

CULINÁRIA NORDESTINA

                               
                                                               Fonte da imagem: maranhão24horas  Fonte da imagem: avitrinedosabor

                              

                                  



                                  COISAS DO BRASIL


   
   




     A gastronomia nordestina como todos já sabem, ela tem uma inorme influência dos portugueses, indígenas e dos africanos. No nordeste, essas influências foram bastante forte para à culinária sertaneja, como na culinária do litoral. Isso contribuiu e muito para enriquecer muito mais o sabor dela.
  
    

    No sertão, a gente encontra a predominância das carnes vermelhas no prato do sertanejo. O que é naturalmente normal já que a criação de caprinos e bovinos torna a mesa sertaneja feita de um outro cardápio, que leva as carnes vermelhas e os cereais como feijão e arroz e mais o toque do tempero que são as verduras.
  
    

    Tudo isso leva em conta os espaços físicos que tem no sertão para se criar e se plantar. Já no litoral a cozinha nordestina usa mais os pescados e os mariscos, como é de se esperar. No maranhão, o arroz de cuxá é um prato típico e saboroso da culinária maranhense, tem uma mistura de sabores que leva a influência dos indígenas, portugueses e africanos.
  
  

     O seu preparo tem os sabores dos temperos brasileiros e leva: gergelim, camarão seco, farinha seca e a pimenta de cheiro. Também tem as hortaliças, e para manter a tradição, a dobradinha é concluída com peixe frito. Já a culinária do litoral nordestino, você pode encontrar vários cardápios a base de crustáceos e peixes, tais como uma caranguejada, ou uma suculenta lagosta ou um camarão no alho e óleo, mas vamos falar de um prato típico da culinária alagoana, o sururu.
  
   

     Esse molusco de grande abundância no litoral alagoano é feito a base de leite de coco e que leva alguns temperos tais como: tomate, cheiro verde, azeite doce, alho e pimentão, para que ele fique com um toque refinado de uma grande cozinha como é a cozinha nordestina com seus temperos e sabores.
  
    

     Não é atoa que a cozinha nordestina é uma das mais apreciadas do Brasil, porque ela tem um toque refinado dos temperos que dão o sabor e o toque especial à ela. Tanto no sertão quanto no litoral, os pratos e as iguarias dessa região, mostra para o público que provam dela, que esse sabor picante, aromático e saboroso só existe por essas bandas de cá. Essa cozinha nordestina é única.




TRADIÇÃO CULTURAL

                          



                         BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
   




      O nordeste é muito forte em se tratando de cultura, principalmente no que se refere cultivar seus costumes e as suas tradições. Algumas dessas tradições a gente já não ver tão facilmente como em outras épocas, tais como as brincadeiras de pega-pega ou o esconde-esconde, ou ainda bola de gude... e por aí vai.
   


      Mas também algumas brincadeiras ainda existem como soltar pipa, soltar pião, caçar de estilingue, brincar de bandeirinha e outras coisas mais. Bem, cada jogos, brinquedos ou brincadeiras que fazem parte do nosso folclore tinha uma função muito importante para a meninada do nosso nordeste.
   


     Geralmente os meninos, quando chegava a época de cada brincadeira, brinquedos ou jogos, era uma febre, todo menino corria para participar ativamente. Soltar pipa por exemplo, essa era uma prática que os garotos gostavam de fazer, eles sempre disputavam com outros meninos quem fazia a pipa mais colorida e a mais bonita, tentavam derrubar a pipa um do outro como forma de disputa.
   


    Já tinha alguns meninos que gostavam mesmo era de usar os estilingue para a prática de caça. O estilingue eram conhecido no sertão como baladeira. A baladeira é era feita de um galho de madeira em forma de bifurcação com ligas de borracha que a criançada usava para caçar passarinho.
  


     Também à noite as crianças gostavam de brincar de pega-pega, que nada mais é que uma criança tentando tocar a outra, e a criança que era tocada passa a fazer o mesmo com outra criança. Também tinha as crianças que quando chegava a época de jogar pinhão, elas se deliciavam naquele frisson de arremessar o pião e pegá-lo na palma da mão ou fazer coisas como performance com aquele objeto de madeira e linha zero em qualquer outro quanto, só para mostrar que era hábil com o objeto de brinquedo, e que um outro menino não conseguia fazer, isso era uma forma de disputa entre eles.
   


      As meninas gostavam de brincar com bonecas de pano, produto muito confeccionado nas feiras livres do sertão nordestino. As bonecas eram usadas nas brincadeiras como personagens imaginários entre elas. Tudo isso eram brincadeiras, brinquedos e jogos que as crianças do nordeste praticavam umas com as outras. Hoje a gente viajando no tempo ver que era realmente brincadeiras de crianças a onde a nossa infância não era esquecida. Tudo isso faz parte de uma cultura que é muito forte e rica.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...