, A ARTE DE NEWTON AVELINO: 08/31/14 08/31/14 - A ARTE DE NEWTON AVELINO

SEGUIDORES

Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

31 de ago de 2014

A CULTURA E AS TRADIÇÕES NORDESTINAS

                
                                                     Fonte da imagem: guardados e achados
                                                          



                           BOLACHÕES
  






   As comidas típicas fazem parte das muitas tradições nordestinas. Nós sabemos que é uma marca tradicional dessa região tão linda e maravilhosa. Eu vou falar um pouco de uma iguaria muito frequente na vida dos sertanejos, que são os bolachões feitos de água e sal.
   



   Uma bolacha que fez e ainda faz parte dessa região, mesmo sendo menos frequente nas prateleiras das mercearias, tradicionais dos mais longínquos lugares do nosso sertão. Sempre encontrávamos elas nas feiras livres do sertão nordestino e até mesmo em algumas mercearias tradicionais  dessa região.
   



     Hoje esse produto tipicamente sertanejo e na maioria das vezes artesanais, já não é tão facilmente encontrado, é uma pena, porque elas são bem nutritivas e saborosas. A massa desses bolachões era seca e com isso fazia com que essas bolachas se quebrasse facilmente. Com certeza a massa dessas bolachas só era o trigo misturado com água e sal.
   



    Na verdade elas eram encontradas em pacotes, ou melhor, em sacos plásticos transparentes e fechados, e que, costumava matar a fome daquelas famílias do interior do sertão do nordeste brasileiro. Nas feiras livres, elas eram as vedetes, porque  eram quem saciava a fome dos sertanejos, e já faziam parte do cenário da própria feira.
   




    Tanto no período das secas como no inverno elas eram o meio mais fácil de enganar a fome das pessoas. Uma bolacha muito barata e nutritiva, pois não trazia muitos produtos ofensivo a saúde humana, tais como ingredientes gordurosos agregados a elas, e que por sua vez o homem matava a sua fome e ainda não conseguia engordar.
   




     Acho que essas bolachas fazem parte da história da nossa cultura, mesmo que já não existam mais como antigamente, raramente você encontra no comércio. Não tinha sentido, as pessoas do sertão irem a uma feira livre ou a uma mercearia, se não comprassem os bolachões, elas eram mais frequentes do que o próprio pão nas mesas dessas pessoas, pois elas podiam ficar muito mais tempo armazenadas em armários ou em qualquer outro local da casa, pois isso é o que diferenciava o bolachão ou a bolacha do pão nosso de cada dia, pois o pão tem um prazo mais curto de armazenagem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...