. ARTE E CULTURA POPULARA ARTE DE NEWTON AVELINO: 12/30/15

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    SEGUIDORES

    Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

    30 de dez de 2015

    MANDACARU



                       Fonte da imagem: geoview 




    CONHECIDO COMO CARDEIRO


        

          A seca no sertão nordestino chega ser avassaladora, do ponto de vista econômico, social e até mesmo do ponto de vista cultural, pois ela chega a modificar os hábitos e costumes das pessoas. 


       Chega a ser desumano e triste o que a gente ver nos períodos longos de estiagens dentro do bioma nordestino e nas suas sub regiões. Todos sofrem com esse fenômeno climático. 


        Pois bem, mas como existe um velho ditado, “antes de tudo o nordestino é um forte”, com muita fé em Deus, trabalho e boas ideias, ele vai vencendo as suas adversidades, mesmo que seja pagando um preço alto, como a falta de estrutura desses locais que ficam em lugares mais inóspitos possíveis, e outras coisas mais que acontecem em sua vida. 



        O sertanejo é teimoso e só deixa o seu rincão no último pau de arara, como diz o poeta na nossa música regional. Nos anos de secas no sertão nordestino, as plantas nativas do bioma, tais como o mandacaru, a macambira, a jurema e outras, são a base de sustentação dos pequenos rebanhos. 


       Algumas dessas plantas, tem as suas porcentagens em proteínas. Quando a planta é in natura ela tem um potencial maior em umidade, quando ela é triturada, a umidade em fibra, baixa, ficam com porcentagem de 3 a 4 por cento. 


      Os agricultores em anos de secas, usam muito o mandacaru, pois ele é uma planta que é nativa do Brasil, disseminada no semiárido nordestino. Ele pertence à família das cactáceas, gênero cactos ou cacto e o nome cientifico da espécie é Cereus Jamacaru, conhecida também pelo nome de “cardeiro”. 


       Essa planta cresce normalmente no bioma nordestino, através de uma cadeia natural da natureza, ou seja, os pássaros comem a suas cimentes e ao evacuar, eles expelem naturalmente as semente junto com suas fezes no solo da caatinga do sertão nordestino, é aí, a onde a germinação dessas plantas e de outras, começam a nascer para dá um novo ciclo a vida. Coisa de DEUS. Eles chegam a uma altura de 5 a 6 metros. 


       Por ter espinhos no lugar de folhas, eles não fazem sombra e nem dá encosto para pessoas ou animais. Alguns agricultores utilizam máquinas forrageiras para trituração da planta, cada dia mais, esta planta está sumindo da região nordestina. 


        É bom que os responsáveis façam o manejo dessas plantas porque daqui alguns anos elas podem desaparecerem do bioma. Tudo sem controle acaba. O seu fruto tem uma cor violeta forte, um formato elipsoide, alcança 15 cm de diâmetro e 12 de comprimento. 


         Tem uma polpa branca com sementes pretas minúsculas, e que servem de alimento para diversas aves típicas da caatinga. Na hora de corta-lo, o agricultor tem que ter cuidado, pois depende muito o seu crescimento da maneira que ele é cortado, para servi ao gado. 


       O mandacaru suporta até 3 anos de seca, e é rico em vitaminas, e tem outras propriedades para dar ao gado na época de secas prolongadas. Na maioria das vezes, os agricultores são obrigados a queimar os espinhos da planta para depois corta-la ou tritura-la para poder alimentar o gado.











    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    GOSTARIA DE ASSINAR O NOSSO FEED?

    100% gratuito

    RECEBA AS ATUALIZÇÕES DO NOSSO BLOG DIRETAMENTE NO SEU E-MAIL

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO BLOG