, CENÁRIO DA SECA | A ARTE DE NEWTON AVELINO CENÁRIO DA SECA - A ARTE DE NEWTON AVELINO

SEGUIDORES

Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

26 de dez de 2016

CENÁRIO DA SECA

O FOGO QUE MATA É O QUE ALIMENTA | beira rio notícias












O FOGO QUE MATA É O QUE ALIMENTA







       No sertão brasileiro, quando a chuva não vem, tudo fica mais difícil, as aves levantam voos para outras regiões, os açudes secam, juriti se muda, e a escassez de comida fica muito baixa. Os agricultores já não sabem o que fazer, a não ser, usarem o mandacaru como uma fonte alternativa de alimento para o gado. O mandacaru é uma fruta de espinho que pode ser degustada. Seu nome vem do tupi guarani, e tem outros nomes tais como: cacto candelabro, pytaia arbórea, jamacaru. 






       O seu fruto é bem doce, e faz parte da família pitaya, essa é uma fruta que não faz parte de fins comerciais. Ela é uma planta nativa do bioma nordestino, a caatinga. Por ser nativo de várias tipologias de formações vegetais, e de diferentes solos arenoso ele é de clima semiárido. Pode ser encontrado em algumas regiões do Brasil: Estados do Sudeste, Estados do Norte, Centro Oeste e o Nordeste, é claro.  Em meio à uma vegetação sem cor e com um bioma parecendo uma floresta branca, o que contrapõe esse senário, são as cactáceas, espécies adaptadas ao clima quente e seco, quase desértico dessa região. 







        Mandacarus suportam 3 anos sem água, essas plantas espinhosas passam ser uma fonte altamente valiosa para o alimento dos animais. O sertanejo tem uma consciência exata do que é preservação, então para cada mandacaru cortado eles plantam um, assim a natureza agradece e vai permanecendo para outras gerações. Essas plantas típicas do bioma nordestino, pode atingir 5 a 7 metros de altura. Adaptada a viver em um ambiente inóspito de temperaturas muito elevadas, e com a quantidade de água reduzidas, as folhas dessa planta se transformam em espinhos que são elementos de defesa frente aos animais herbívoros. 







        Por isso é que, os sertanejos para alimentar o gado com ela, eles queimam primeiro para tirar os espinhos e aí corta e dá para o gado como um alimento nutritivo, na época de secas prolongadas. Essa é uma pastagem nativa que precisa de uma ajudinha do homem para que o gado possa come-la. A seca no sertão e em todo Nordeste brasileiro, não é brincadeira não, ela traz com ela, a fome o desespero e a miséria, só sabe o que é isso, quem mora lá ou quem conhece a história dessa linda região. 







       Ela causa danos econômicos graves para as famílias da zona rural, pois afeta as lavouras dos agricultores e dizima a criação de animais desses agricultores através de fome e sede. Imagine o agricultor ter alimento e não ter água, ou vice e versa, isso é um grande dilema para eles, isso sem falar na falta de infraestrutura por parte dos governos, municipais, estaduais e federal, aí é que ele fica se sentido desamparado, porque os projetos sociais, na maioria das vezes, não chegam a todos os lugares dessa região tão esquecida por parte de alguns. 






       O mandacaru é a única fonte de alimentação para o seu rebanho, porém eles correm risco de extinção por atividades predatória do homem. Pois como ele é uma fonte de alimento animal nas épocas de estiagem, é fácil os agricultores cortá-lo para dá ração ao gado, e depois não replantar essa planta, isso pode gerar escassez dentro do bioma. Muitos agricultores fazem a replanta, porém alguns outros, não. O mais certo é que, o homem faça uma nova muda desses mandacarus que ele tirou para alimentar o seu gado. 






       É preocupante o uso de lança chamas nos pés desses mandacarus dentro do bioma, pois a planta morre de imediato e não refloresce mais, isso é proibido pelo ibama, órgão do governo federal. O modo certo de se tirar os espinhos dessas plantas, é só cortando ela, para depois queimar os pedaços tirados, assim, os sertanejos preservam o pé daquele mandacaru que ele tirou para alimentar o seu rebanho. Parece que hoje o IBAMA anda proibindo a utilização dos mandacarus como alimento de gado. O agricultor também tem outra opção que é: alimentar o seu gado com a palma, mas isso é outra história.


                                


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário
-Os comentários do site são moderados.
-Só publique comentários relacionados ao conteúdo do artigo.
-Comentários anônimos não serão publicados.
-Não coloque links de artigos de seu blog nos comentários, para isso utilize o campo url
-Os comentários não refletem a opinião do autor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...