. ARTE E CULTURA POPULARA ARTE DE NEWTON AVELINO: 01/06/16

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    SEGUIDORES

    Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

    6 de jan de 2016

    PRODUTO NORDESTINO

    Fonte da imagem: tubainaseafins





    A CAJUINA

         
          A cajuína, é um dos produtos do Piauí mais conhecidos dentro e fora do Brasil. Ela já foi tema de música, e o artista com a sua música, concretizou a fama desse produto genuinamente piauiense. Essa é uma bebida não alcoólica feita a partir do sumo do caju, separado do seu tanino por meio de um precipitador. 


         Esse processo pode ser através de funis de pano ou, coado através de uma espécie de rede. O processo leva o nome de clarificação. O líquido então já clarificado, é cozido em banho-maria em garrafas de vidro, até que os açúcares fiquem cristalizados, tornando assim, a bebida amarelada.  


           Ela pode ser armazenada por um período de dois anos. Pela importância cultural que essa bebida tem na cidade de Teresina, a capital piauiense, ela então foi registrada recentemente como Patrimônio Cultural, e quem classificou foi um órgão colegiado do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional(Iphan).  


            Esse produto é feito com o modo tradicional de produção ao longo dos anos, ainda que seja semelhante em todos os núcleos produtores. Cada produtor desenvolveu as suas melhorias e aperfeiçoamento nas técnicas aplicadas, isso pode diferenciar no produto final de cada produtor. 


            O controle de cada etapa de produção, vai sempre refletir na qualidade de cada garrafa de bebida. A cajuína é preparada de maneira artesanalmente, e conta com características bem peculiares. Mesmo sendo uma bebida, ela assume o simbolismo de alimento, e poderá ser inscrita na mesma tradição dos doces, bolos, biscoitos e outros. 


           Esse é o modo de fabricação: 5 KG de caju, gelatina em pó branca (sem sabor). Esse é o modo de preparo: primeiro a pessoa dissolve 10g de gelatina em 100 ml de água fervente, Lava-se os cajus com água, e extrai o suco, depois coa-se em peneira grossa para retirar e extrair as fibras mais grossas, adiciona-se a solução de gelatina ao suco, isso aos poucos, e deixe em repouso durante 5 minutos até flocular à polpa. (O volume de gelatina é de 10 a 20 ml por litro de suco de caju). Filtre em pano de algodão ou feltro, encha as garrafas e feche. 


           Cozinhe em banho-maria por 30 minutos contados, após o início da fervura, Resfrie as garrafas em água corrente dentro do próprio recipiente do cozimento, depois armazene em lugar fresco. No que se refere ao aspecto cultura e social, a cajuína é de suma importância para o estado piauiense, pois esse estado tem a maior área plantada de cajueiros do Brasil. 


          Depois vem a questão de aumentar a produção desse produto, e por fim, essa é uma das mais jovens cajuínas do Brasil. Por isso é muito importante que o estado invista na produção e distribuição desse produto genuinamente piauiense. 


           Como a gente ver, o nordeste culturalmente, é um poço de criatividade, isso em quase todas as áreas. Por isso é que tem um ditado que diz assim: “para você ter uma identidade, você primeiro tem que ter uma história, e preservá-la. Tendo feito isso, a gente ver que estamos fazendo a nossa parte em preservar a nossa história e a nossa identidade.









    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    GOSTARIA DE ASSINAR O NOSSO FEED?

    100% gratuito

    RECEBA AS ATUALIZÇÕES DO NOSSO BLOG DIRETAMENTE NO SEU E-MAIL

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO BLOG