, A ARTE DE NEWTON AVELINO: 03/21/16 03/21/16 - A ARTE DE NEWTON AVELINO

SEGUIDORES

Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

21 de mar de 2016

MUDANDO A PAISAGEM DO SERTÃO

                             

                         

 
                                           

                         
                                                TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO




       A região do Nordeste brasileiro vem se destacando com um salto enorme no desenvolvimento nos últimos anos precisamente nos últimos 12 anos. Os expressivos investimos que essa região vem recebendo fizeram mudar significativamente essa parte do Brasil. O perfil que essa região tinha, perante o resto do país, que era uma região pobre, talvez a mais pobre do Brasil, com pouca infraestrutura e quase nenhuma oportunidade, isso já ficou no passado. 





     O nordeste mudou e pra melhor, pois nesses 12 anos ele cresceu mais do que o resto do país. O governo investiu mais de R$ bilhões em obras para garantir acesso à água a população dessa região principalmente nos períodos com secas prolongadas. A água está vindo através da integração do Rio São Francisco com a bacias hidrográficas do Nordeste. 





     Isso pode vir assegurar a oferta de água para mais de 12 milhões de habitantes que vivem nos municípios do Semiárido do Nordeste brasileiro, essa distribuição fica entre os estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco e Paraíba. Essa obra que está modificando a paisagem do sertão nordestino, fica entre as 50 maiores construções de infraestrutura do mundo.





    Esse projeto de integração do São Francisco está orçado em pelo menos R$ 8,2 bilhões. Esse grande empreendimento pode solucionar a escassez de água nessa região, e pode também gerar emprego e inclusão social. Do ponto de vista econômico, cultural e social essa transposição vai ser de suma importância para essas regiões secas do bioma nordestino. 





      Ela traz para as pessoas que ali moram perspectiva de integração entre as pequenas cidades que produzem algo em torno de pecuária e agricultura familiar para uma agricultura bem mais forte economicamente falando, e uma ascensão de integração social desses povos. 





      Um canal como esses cortando o sertão do nordeste brasileiro, é algo de perspectiva para geração de emprego e renda para dos que moram nessa faixa de transposição, ou seja, mais água, uma produção forte, e uma geração de rende para aquecer o comércio local. Com isso todos ganham.





     As águas do São Francisco deverão percorre 470 KM, é mais ou menos uma distância de São Paulo a Belo Horizonte, vai beneficial cerca de 12 milhões de pessoas em 325 comunidades que residem a uma distância de até 5 Km de cada Margem dos Canais. 





       O velho chico, nasce na Serra da canastra em Minas Gerais e, depois de passar por cinco estados brasileiros e cerca de 2,7 mil KM de extensão, ele deságua no oceano atlântico, na divisa entre Sergipe e Alagoas. 





      O projeto de transposição do São Francisco prevê a retirada de 26,4m³ de água por segundo 1,4% da vazão da barragem de sobradinho, que será destinada ao consumo da população urbana de 390 municípios dos estados do Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte, através das bacias de Terra Nova, Brígida, Pajeú, Moxotó, Bacias do Agreste em Pernambuco, Jaguaribe, Apodi Piranhas-açu no Rio Grande do Norte, Metropolitanas no Ceará e Paraíba e Piranhas na Paraíba. 





      Uma obra fenomenal para o sertão do nordeste pois traz o líquido precioso da vida para a região mais árida do Brasil, o sertão, onde milhares de pessoas tentam sobreviver dignamente, através do sustento de agricultura de subsistência. Nordeste brasileiro, uma região rica em todos os aspectos.


REGIÃO PORTUÁRIA

PORTO DE ITAQUI | Fonte da imagem: Logweb






                                    PORTO DE ITAQUI



      O nordeste brasileiro é uma potência comercial, essa região brasileira é extremamente atrativa para quem deseja investir nela. Exporta de tudo um pouco, de petróleo a sal de cozinha, de frutas a automóveis, de grãos roupas, e por aí vai. Ela é muito promissora, pois esta região, além de ter um potencial incrível, ainda tem infraestrutura e logística para escoar mais rápido toda a sua produção. Eu sempre sou otimista no que se refere ao progresso desse lugar, pois como as próprias estáticas falam, a região nordeste cresceu mais do que o resto do Brasil economicamente. 





      Com essa região crescendo, existe grande perspectiva de geração de  empregos nas indústrias desses estados nordestinos que dão incentivos para que elas se instalem em seus territórios. Pois bem, todos os estados nordestinos, tem uma grande parcela no crescimento econômico, cultural e social dessa região linda do Brasil. Não é à toa que os investidores estão preferindo investir no nordeste brasileiro, pois tudo que aqui se planta, aqui se colhe. 





         Então poderíamos está falando aqui da prosperidade do Nordeste brasileiro a semanas, e também poderíamos falar de várias coisas que precisam ser mudadas, mas com tudo isso, vemos que o nordeste mudou muito, e mudou para melhor, acho que pelo menos há uns 10 para cá. Mas vamos falar de um dos estados que contribui e muito para o crescimento do nordeste, e porque não dizer o crescimento do Brasil. Vamos falar do estado do Maranhão. 





            Esse estado que tem um potencial econômico estrondoso, isso gera emprego e renda para todos que lá se encontram, mesmo com alguma redução na situação empregatícia, vemos que ainda é uma região que está investindo. Podemos começar pelo o alumínio que vem do estado do Pará e é beneficiado na indústria maranhense. Porque São Luis, tem um Porto responsável pelas exportações do centro norte e meio norte. 





            Eles apostam no encurtamento de distâncias entre Brasil e Europa ou outros continentes. Para se ter uma ideia, o Porto de São Luís tem um encurtamento de pelo menos 7 dias em relação aos portos de Paranaguá no Paraná e o de Santos em São Paulo. O porto do itaqui exporta 2,5 milhões de toneladas, mais pode atingir em 4 anos 5 milhões de toneladas, por aí a gente ver a força da região do nordeste brasileira no que se refere a área comercial desse estado. Também está sendo exportado por esse porto, os grãos que são produzidos no estado do Maranhão, Tocantins, e todo o centro norte. 





          O porto de Itaqui é uma porta de escoamento para o eixo meio norte e centro norte, isso deve girar uma economia com menos despesas. Esse lindo estado nordestino, vem se posicionando como corredor de minério, produtos agrícolas e industriais. O estado também exporta artesanato e plantas medicinais. O Maranhão tem sete distritos industriais, dos quais três estão implantados, são eles: São Luis, Imperatriz e Balsas. O restante são Rosário, Santa Inês, Bacabal e Açailândia, ainda em fase de implantação. 





          Todos próximos a áreas da estrada de Ferro Carajás. Essa é uma estrada de ferro feita para escoar a produção de mineiro no estado do Pará, ela liga o estado do Pará na região norte, ao estado do Maranhão na região nordeste. Essa é a força de um dos estados nordestino. A região nordestina tem suas suas carências como qualquer outro estado do nordeste tem, mas as pessoas responsáveis por gerar progresso nesses estado da região nordeste, vão resolvendo aos poucos. Afinal não é fácil administrar com sucesso, as dificuldades foram feitas ou criadas para serem ultrapassadas. Isso é o nordeste mostra para o mundo, que essa é uma das mais ricas regiões do Brasil e ótima para investimentos. Procure conhecer o nordeste, para depois você tirar as suas conclusões.







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...