, A ARTE DE NEWTON AVELINO: 04/04/16

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    SEGUIDORES

    Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

    4 de abr de 2016

    PÁSSARO DO NORDESTE

    JOÃO DE BARRO | Fonte da imagem: denisegomesludwig








    JOÃO DE BARRO





          A fauna brasileira é impressionante, todos os dias nos surpreendemos com a quantidade de pássaros diferentes. Se você prestar atenção, eles tem a sensibilidade de procurar só o que eles querem dentro da natureza, e ainda contribuem para reflorestar essa própria natureza. O respeito dos animais pela natureza é impressionante, coisas que a espécie humana não tem. Como diz o poeta popular brasileiro, “eu queria ser civilizado como os animais”. 





           É isso, e por vai. O homem tem muito que aprender com os animais. Mas aqui vamos falar de um desses que habita a nossa linda fauna. Vamos falar do João de Barro. Esse é um lindo pássaro nativo do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia. 





           Tem uma forma de viver que exemplifica o equilíbrio da criação com a sabedoria, e mostra para o homem uma harmonia com essa mesma natureza. No Brasil ele é encontrado no Nordeste, Sul, Centro-Oeste e sudeste. É muito conhecido pelo seu ninho que é feito de barro em forma de forno. Na Argentina ele é cultuado desde 1928, eles consideram essa ave símbolo desse país. 





          O joão-de-barro é uma ave passeriforme da família Fumaridae. Seu nome científico é (Furnarius rufus). O canto dele parece uma gargalhada, e faz o seu ninho na direção contrária à chuva. Constrói um ou mais ninhos em cada ano, também pode trabalhar na reforma de uma antigo ninho. O período de construção de cada ninho é mais ou menos de 2 a 18 dias para termina-lo. Ele é mais que um arquiteto, pois além de idealizar o projeto, executa todas as fases necessárias ao término do ninho. Chega a medir de 18 a 20 centímetros de comprimento e pesa quase 49 gramas. 





         Tem uma plumagem marrom avermelhado, tem uma suave sobrancelhas, formadas por penas claras, em um leve contraste com o restante da sua plumagem. É muito fácil de se observar o João de Barro, pois ele não se afasta muito do seu ninho. Sua alimentação é praticamente formigas, cupins ou içás no solo ou sob troncos velhos. O ninho desse pássaro é construído junto com a sua companheira, e usam basicamente barro úmido, palha e esterco. 





           Ele vive nas áreas que tem vegetação esparsa ou mesmo em campos abertos. Fica na maior parte do tempo em solo, alternando um andar pausado e pequenas corridas. Quando o casal termina o ninho, a fêmea coloca de 3 a 4 ovos, a incubação realizada pelo casal, só inicia após a postura do terceiro ovo, e leva de 14 a 18 dias. 





         Então vemos que essas aves são inteiramente inteligentes e trabalhadoras, pois fazem os seus ninhos de barro com uma arquitetura já planejada, e que, procuram fazer de modo que não entre água no inverno. Elas são um exemplo para todos nós. 





              Em pesquisas de região a onde elas estão, não mostra com muita precisão a onde eles estão aqui no nordeste, mas eu quero dizer para alguns, que dentro da região nordeste brasileiro, essas aves tem em quantidade razoável. E pode ter certeza que eles fazem parte das previsões dos “profetas das secas”. Pelo menos é que os próprios poetas falam. João de Barro, um pássaro nordestino.








    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    GOSTARIA DE ASSINAR O NOSSO FEED?

    100% gratuito

    RECEBA AS ATUALIZÇÕES DO NOSSO BLOG DIRETAMENTE NO SEU E-MAIL

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO BLOG