. ARTE E CULTURA POPULARA ARTE DE NEWTON AVELINO: 04/06/16

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    SEGUIDORES

    Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

    6 de abr de 2016

    FESTEJOS NORDESTINOS

    VAQUEIROS DE CURAÇÁ - BA | Fonte da imagem: lagoagrandenoticia








    VAQUEIROS DE CURAÇÁ-BA






          O nordestino é aquele povo alegre e espontâneo, que realmente sempre gosta de estar em alguma celebração, e como vemos, a região nordestina já tem várias cidades, povoados e distritos com um calendário oficial para cumprir durante o ano todo. Ele é trabalhador daqueles assíduo, gosta de estar na labuta dos seus afazeres durante toda a semana, cumprindo com o seu papel de homem dos seus afazeres, mas quando anunciam uma festa nos finais de semanas, a onde ele mora, ele com certeza está lá para dançar aquele forró pé de serra. 





        Bem, existem muitos municípios, muitos povoados e distritos, naquelas regiões mais inóspita da região nordeste, mas também existem esses lugares mais próximos as zonas urbanas, é claro que pelas dificuldades de alguns desses lugares, a tendência é que não exista os calendários festivos. Mas na maioria deles existe sim, e é muito gostoso da gente ver o movimento de pessoas e de animais, nessas festanças.






         Alguns desses lugares promovem esse tipos de festas para movimentar a economia do lugar que durante os dias festivos gera emprego e renda para as pessoas e para o próprio município. Isso é uma forma de ver o nome daquele ou de outro município sendo divulgado para que nas próximas festas venham mais pessoas. Geralmente essas festas são vaquejadas, pega de bois ou procissão dos vaqueiros e por aí vai. Eu posso dizer aqui que realmente essas festas tem a cara do povo nordestino, um povo alegre, espontâneo e que traz em sua mente e em seu pensamento, um só propósito, de ajudar ao próximo.






         Pois bem, vamos destacar aqui, uma dessas festas que acontece já há bastante tempo no sertão da Bahia. O povoado de Pedra Branca, está localizado a 88 KM da sede do distrito de Curaçá. Os festejos começam com muita brincadeira e uma festa de forró pé de serra à noite, isso já no primeiro dia.  





           No segundo dia, por volta de meio dia, o padre dá início a missa do vaqueiro, aonde os vaqueiros se encontram concentrados em frente à igreja católica. Depois da missa os vaqueiros são homenageados pelas suas bravuras dentro e fora da caatinga, esse bioma de difícil acesso e que eles trabalham todos os dias. Na verdade, costumo dizer que o vaqueiro que é vaqueiro, é aquele que usa chapéu de couro, gibão, ponteira, perneira, luvas, peitoral, jaleco e tudo mais no dia a dia do seu trabalho.






         Então vemos que já em alguns municípios nordestinos a tradição não é preservada até mesmo pelas vestimentas incorretas, descaracteriza totalmente o vaqueiro tradicional do nordeste brasileiro. Não é o caso do povoado Pedra Branca, eles lá estão mantendo a tradição, pois usam todos os itens de um vaqueiro nordestino, um vaqueiro tradicional, isso é muito bonito, isso é cultura, isso é tradição. Então voltando a festa de Pedra Branca no sertão Baiano, já depois da missa eles vão almoçar, descansar um pouco, para só as 16 Horas começar o Desfile com 50 vaqueiros todos encourados e mais 50 vaqueiros sem trajes de vaqueiros. 





        O trajeto começa em uma fazenda próxima ao povoado e vai até o centro do mesmo através do acesso pela BA 210. Chegando ao povoado os vaqueiros desfilam pelas principais ruas e encerram a cavalgada no local aonde na noite anterior teve um forrozão pé de serra. Então vemos que tudo isso que acontece no sertão nordestino, são movimentos culturais que só embelezam e enriquece tanto a cultura popular, quanto as pessoas que fazem parte dessa cultura tão rica e forte, como é a cultura nordestina.






    A ILHA DAS CANÁRIAS

    DELTA DO PARNAÍBA | Fonte da imagem: bahia.ws








    DELTA DO PARNAÍBA






          A beleza do lugar é o ponto mais visível quando as pessoas chegam a ele, sendo assim, eu só posso dizer que apesar de eu não concordar com o poeta de que “a beleza é fundamental”, mas nesse caso aqui, necessariamente é importantíssimo. Como eu já falei em algumas outras postagens, o nordeste é uma região abençoada por Deus e bonita por natureza, também é uma outra frase de outro poeta, mas na verdade, essa região é realmente um caribe brasileiro, isso porque vemos e sentimos todo esse clima que aflora nas pessoas e as paisagens colossais que o seu litoral nos mostra. 





           Do litoral ao sertão dessa região brasileira, o que se ver, são maravilhas de pontos culturais tanto dado pela própria natureza ou criado pelos homens. Enfim, é uma região que me orgulha muito em falar dela, porque eu vejo o potencial que ela tem em várias áreas culturais, sociais e econômicas. Bem, mas aí já é outro assunto, vamos falar de um ponto turístico dessa região que fica no estado do Maranhão, mais um ponto turístico que o estado do Maranhão nos mostra. 






         A ilha das canárias fica no delta do Parnaíba, o local é um dos mais lindos da costa nordestina e está em um arquipélago com 80 ilhas, os turistas se surpreendem com tanta beleza e com os animais da região, também encontra dunas, igarapés, manguezais, caranguejos, jacarés e inúmeras aves que fazem parte desse ecossistema. Essa ilha fica em Araioses no Maranhão é a segunda maior ilha do Delta do Rio Parnaíba, perdendo apenas para a ilha Grande que fica no estado do Piauí. Existe um povoado de pescadores com mais de 2.500 habitantes. 





         Sua história começa em 1806, quando um pescador cearense de Acaraú, junto com mais três companheiros, atraídos pela farta quantidade de peixes e com objetivo de implantar a pesca de curral na barra dos mergulhões que posteriormente passou a se chamar de “canárias”, devido à grande quantidade de pássaros denominados canários na região, e uma planta que servia de alimento para os animais chamada canarana. Assim as pessoas começaram a viajar para a ilha dos canários ou canarana. Essa ilha hoje, é uma área de preservação ambiental. 





           Tem crescido muito os investimentos na área, muitas pousadas e melhorando a infraestrutura do local. O acesso para essa ilha é feito pelo porto dos tatus onde se encontra com facilidade barcos para transportar as pessoas para a ilha. Apesar da maior parte do delta encontrar-se no estado do Maranhão, o acesso mais fácil para os turistas é pela cidade de Parnaíba, a segunda maior cidade do Piauí, ela tem cerca de 150 mil habitantes. 





        Do centro de Parnaíba para o porto dos Tatus, a onde o embarque é feito para o passeio no delta, você precisa percorre um curto trajeto feito de carro. Então como a gente ver, esse nordeste lindo tem maravilhas que podem e muito te surpreender, é só você criar coragem e vir conhecer esse pedaço do Brasil, você pode gostar e muito do que você pode ver por essa bandas. Venha conhecer o nordeste, ele te espera de braços abertos.












    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    GOSTARIA DE ASSINAR O NOSSO FEED?

    100% gratuito

    RECEBA AS ATUALIZÇÕES DO NOSSO BLOG DIRETAMENTE NO SEU E-MAIL

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO BLOG