, A ARTE DE NEWTON AVELINO: 10/24/16 10/24/16 - A ARTE DE NEWTON AVELINO

SEGUIDORES

Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

24 de out de 2016

LAGOA AZUL

RECANTO DE BELEZA | Fonte da imagem: Panoramio












RECANTO DE BELEZA








      Que a cidade do Natal é linda, ninguém duvida disso, que o litoral do nordeste brasileiro é point obrigatório na época de férias, também ninguém duvida disso, mas para que tudo isso seja motivo de alegria e felicidade para você e a sua família, sempre é bom está na companhia de alguém credenciado na área do turismo, para que a sua viagem seja perfeita ou quase perfeita. 






      Fazendo isso, você está tomando as medidas necessárias para que o seu passeio saia como você e a sua família planejaram. Hoje nós vamos falar das belezas naturais da região Nordeste do Brasil, pois essa região é destino certo na época de verão, para muitas famílias brasileiras. Geralmente a gente se confunde com as belezas naturais do Nordeste, porque tem muita coisa que se parecem umas com as outras, mas que, lá no fundo, quando a gente nota, não é a mesma coisa, são apenas aparências. 






       Essa região litorânea, tem muitas praias lindas, rios, mangues, e a mata atlântica, que nos faz ver que tudo por aqui seja parecido, mas é só aparências, é claro que, nem tudo que olhamos e achamos parecidos, sejam iguais. A receptividade das pessoas desses locais, o seu cardápio, a infraestrutura, as belezas naturais desses locais, esses são os aspectos mais comuns para que os turistas sejam agraciados e tenham o conforto necessário para se sentirem à vontade nessa região. 






       Eu vou falar hoje de um desses locais muito frequentado, tanto pelos nativos dessa região quanto pelos turistas que passam por Natal, eu vou estou falando de um ponto turístico do Rio Grande do Norte, que encanta muito as pessoas que por lá passam, vamos falar da Lagoa de Pitangui. Essa lagoa possui águas claras e transparentes onde as pessoas podem se refrescar após uma exposição ao sol nas dunas passeando de buggy. 






       Esse local tem um visual imponente e tem uma área de pelo menos uns 100.000 m². Essa lagoa, conta com uma boa infraestrutura, como bares e restaurantes que servem o cardápio regional com muitas variedades de comidas típicas da região litorânea. Várias sombrinhas de palhas ou padronizadas e coloridas, acompanhadas de mesas e cadeiras a beira da lagoa, um serviço muito bom de atendimento. Você pode chegar ao local através de buggy pelas dunas ou pela estrada ao longo da praia ao sul de Pitangui, com carros sem tração. 






       A profundidade da lagoa, é de pelo menos uns 5 metros no centro da lagoa. Sempre é bom ter cuidado redobrado em locais como estes, pois como diz os sábios, “água não tem cabelo”, então para os veranistas, turistas e os nativos, sempre é bom ter cuidado e tomar banho só com água pela cintura. Os nadadores de plantão, também tem que ter cuidado. Uma das melhores satisfações que você pode ter, é quando está em um local tão belo como esse, desfrutando da beleza do local com a sua família e de você puder ter um bom atendimento e poder degustar um excelente peixe frito acompanhado de salada, com feijão verde, arroz de leite e farofa d’água, comida regional mesmo. 






       Ah, quando terminar a sua refeição, se tiver sobrado alguma coisa, pede para colocarem em uma quentinha e faça a doação dessa comida que sobrou, para quem está lá fora pastorando o seu carro, você fará uma boa ação, e vai se sentir bem. O cardápio regional do Nordeste brasileiro realmente é um manjar. Pitangui vem da língua Tupi, seu significado vem da fruta “pitanga”. Essa lagoa fica bem próximo a praia do mesmo nome, que por sinal, é uma linda praia do litoral norte do Rio Grande do Norte. 






       Você também pode ter passeios de caiaques e de pedalinhos na travessia da lagoa, ou pode também, atravessar pela tirolesa, que é um cabo de aço suspenso por um fio. Para chegar a lagoa de Pitangui, você passa pela ponte Newton Navarro, e pega a BR - 101 Norte, ela fica a cerca de 35 KM da cidade do Natal, capital do Rio Grande do Norte. Vindo a cidade do Natal, procure conhecer a lagoa de Pitangui, você vai se encantar.
                                                                                                                        







SINTOMAS DAS SECAS

FOME E SEDE NO SERTÃO | Fonte da imagem: Stabilis











FOME E SEDE NO SERTÃO







      Seca, fome e miséria, é a porta de entrada para algumas sub-regiões nordestinas. O polígono das secas, são aqueles municípios que estão sujeitos ou que foram atingidos por secas prolongadas por tempo indeterminado. Além de Bahia, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte, Sergipe, Ceará, Piauí, Paraíba e uma grande parte de Minas Gerais. Foi constatado que 1.348 municípios formavam o polígono. 






      Eles são aqueles municípios que estão situados em diferentes zonas geográficas, com o mesmo tipo de índice de aridez, esses são dados como municípios que fazem parte desse cinturão, dentro do polígono das secas. Imagine como as populações dessas cidades no meio do semiárido Nordestino são atingidas diretamente e indiretamente, agora multiplique por dez vezes o sofrimento desses sertanejos. 






      Falar sobre a seca no sertão nordestino, ou criticar programas sociais que pelo menos amenizam as trágicas consequências que esses fenômenos climáticos trazem, é mole, quero ver alguém vir morar dentro desse bioma, e passar o que o sertanejo passa. Sabemos que a pobreza está em todos os cantos do mundo, esse é um fenômeno multidimensional. A pobreza não está só ligada a faixa de renda de um indivíduo, a classe social precisa de pelo menos infraestrutura, educação, saúde e segurança. 






         A pobreza é caracterizada pela falta das necessidades básicas dentro de uma sociedade. Dentro desses pequenos lugarejos ou pequeninas cidades Nordestinas, não existem perspectivas e muito menos uma clara esperanças para esses sertanejos, quando eles veem que estão dentro de uma área árida e seca e que não chove a vários meses. Essa região é caracterizada pela ocorrência do bioma da caatinga, constitui o sertão. 







        O clima do sertão é quente e seco, chove pouco nessa região, as precipitações variam entre 500 e 800 mm, havendo, no entanto, bolsões significativos de 400mm. Esses obstáculos são os responsáveis por restringir a qualidade de vida e limitar a abertura de novos horizontes, diminuindo muito a autonomia das pessoas e mantendo as perspectivas das pessoas dessa região muito baixa em se tratando de mudanças. 






       Na verdade, essa é uma região que sempre foi palco de esquecimento por parte de alguns, e por outro lado sempre foi procurada de 4 em 4 anos, mas o seu problema crônico que são as secas, isso nunca foi resolvido. Apesar da melhora na qualidade de vida dessa população atingida pelas secas no sertão Nordestino, o sertão tem grande parcela de responsabilidade no fraco desempenho dos índices sociais no Nordeste. 






        Nos últimos 12 anos foram tirados da linha de pobreza muitas famílias do sertão nordestino, teve algum avanço, mas essa é uma região que precisa de continuidade nos programas sociais para que essa região se torne alto suficiente em ter uma qualidade de vida relativamente boa. Essa região sempre precisou de infraestrutura para que esses sertanejos saiam da linha de extrema pobreza, pois eles moram em lugares de difícil acesso, e isso talvez não entre na contabilidade dos governos municipais, nem estaduais e nem federais. Mas o mais importante nisso tudo, é que, essa região do Nordeste brasileiro não seja esquecida.
















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...