. ARTE E CULTURA POPULARA ARTE DE NEWTON AVELINO: 11/05/16

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    SEGUIDORES

    Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

    5 de nov de 2016

    O PAU DA BANDEIRA

    HOMENAGEM AO PADROEIRO | Fonte da Imagem: tianguagora














    HOMENAGEM AO PADROEIRO








           Barbalha é um município cearense que está localizado na região do Cariri, e fica a 553 quilômetros da capital do estado, Fortaleza. Ela está situada aos pés da chapada do Araripe e tem como padroeiro, Santo Antônio. No Nordeste brasileiro, costuma ter vários tipos de festas e de comemorações em seus municípios. Festas pagãs e festas cristãs. Esses eventos são criados para movimentar o comércio dessas cidades e também gerar emprego e renda para os habitantes desses municípios. 






           Sabemos também que, o nordestino é muito católico e devoto de algum santo da igreja católica, e por isso na maioria das festas, sabemos que, essas festas são em homenagem aquele padroeiro daquela região. Os três santos da igreja católica mais festejados no sertão nordestino são: São José, São João e Santo Antônio, mas existem outros santos que o sertanejo também é devoto, como: São Francisco das Chagas e São Francisco de Assis e outros. Isso vai mantendo a cultura popular do Nordeste brasileiro, viva e preservada, através dos anos. 






           Vamos falar de uma dessas festas que acontece no interior do Nordeste brasileiro, precisamente na cidade de Barbalha. Ela é um misto de cultura popular e fé católica, estamos falando da “festa do pau da bandeira de Santo Antônio de Barbalha”. Essa festa é reconhecida pelos órgãos competente da cultura, e entrou para a lista das celebrações registradas, como patrimônio imaterial brasileiro. Então essa festa é reconhecida pelo (Iphan). Na região Nordeste, a “festa do pau da bandeira” está no mesmo nível do Bumba meu Boi do Maranhão e do Piauí, das festas de Sant’Ana que é festejada na cidade do Rio Grande do Norte, em Caicó, o Senhor Bom Jesus do Bonfim, na Bahia. 






           O Pau da Bandeira é uma festa que homenageia o padroeiro da cidade Santo Antônio. Essa festa é a principal festa popular da cidade de Barbalha. Sempre tem início no último domingo do mês de maio, e se encerra no dia 13 de junho. Essa é uma festa secular, de meados do século XlX, desde que Barbalha ainda era vila. A tarefa de escolha, tratamento e transporte do pau da bandeira, é feita pelo capitão da Bandeira e sua equipe que são os responsáveis pelo sucesso da festa. O capitão da bandeira deverá ser pessoa de grande responsabilidade e conhecedor da região. 






           É ele quem escolhe o tronco a ser cortado e organiza os carregadores por tamanho e força física, ao longo do madeiro para iniciar o trajeto. Essa madeira é sempre doada pelo sítio São Joaquim, desde 1928, e a cada ano, sempre é uma madeira nova, nunca menor que 20 metros. Na cidade de Barbalha, sempre acontece audiência pública para tratar da segurança dos carregadores do mastro da Bandeira, e visitantes durante o período das festividades e do cortejo do pau da bandeira. 






           Esses festejos de Santo Antônio, remontam ao fim do século XVlll e se relacionam à própria origem da cidade de Barbalha, como a construção de uma capela em devoção ao santo. Essa celebração dura 13 dias e tem como ponto alto o próprio hasteamento do pau da bandeira, sempre no domingo. Essa também é uma festa que é referência cultural importante, que foi exercida principalmente, pelas camadas populares do Nordeste do Brasil. Ela é uma festa de cortejos populares do interior do Nordeste brasileiro, que leva mais de 300 mil pessoas as ruas de Barbalha. 






           Enquanto os carregadores se esforçam na tarefa de entrar na cidade com o pau da bandeira, as mulheres correm para tocar o mastro ou sentar-se nele, a cada parada do percurso, e isso é como se fosse uma simpatia para conseguir bom casamento. Também retiram lascas do pau da bandeira para fazer chá, óleo e lembranças, existem outras simpatias populares relacionadas a essa festa. Então, são festas populares como essa, que dão visibilidade cultural, social e econômica, a essas pequenas cidades, para poderem divulgar a beleza e a vida da cidade. Cultura no sertão nordestino e nas sub-regiões nordestinas, é muito comum por lá. O Nordeste do Brasil é um celeiro de cultura e arte do Brasil.





    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    GOSTARIA DE ASSINAR O NOSSO FEED?

    100% gratuito

    RECEBA AS ATUALIZÇÕES DO NOSSO BLOG DIRETAMENTE NO SEU E-MAIL

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO BLOG