, A ARTE DE NEWTON AVELINO: AÇUDES DO NORDESTE A ARTE DE NEWTON AVELINO: AÇUDES DO NORDESTE

SEGUIDORES

Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!
Mostrando postagens com marcador AÇUDES DO NORDESTE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador AÇUDES DO NORDESTE. Mostrar todas as postagens

20 de set de 2016

AS ÁGUAS DO SERTÃO

ÁGUAS DO NORDESTE | Fonte da imagem: blogdoflaviofernandes












ÁGUAS DO NORDESTE







      Antes de falar das barragens e açudes do nordeste do Brasil, temos que falar nas secas prolongadas que vivem assolando essa região, e espalhando nas pessoas, um grande desespero, pois o terror da falta de água no sertão nordestino, deixa muitas famílias sem emprego, sem comida e sem perspectiva nenhuma. Ao contrário do que muitas pessoas pensam e falam, a seca não atinge todo o Nordeste, mas fica concentrada em uma área chamada de polígono das secas, basicamente em todo o semiárido nordestino. 





      Esta área abrange quase todos os estados do Nordeste (Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Piauí) e mais uma parte do norte de Minas Gerais. No sertão nordestino, as incidências de chuvas, são baixas, isso comparando com o restante da região Nordeste, pois o solo, o clima e o fenômeno El Niño  contribuem para que, essa região tenha secas prolongadas, pois esses fatores são os mais  prováveis para a falta de chuvas regulares no sertão nordestino. 





       No entanto, quando o período é realmente chuvoso nessas áreas do sertão, aí você nota o sorriso de felicidade e satisfação no rosto dos sertanejos, pois eles sabem que vai ser um período de fartura e trabalho para o agricultor. Isto é uma cadeia de prosperidade e geração de emprego e renda para todos. As chuvas sempre serão motivo de vida em regiões como essa. Existe uma quantidade muito grande de pequenos, médios e grandes açudes no nordeste brasileiro, isso sem falar de algumas barragens. Isso leva a crer, que, tendo chuvas, toda essa cadeia de açudes, vão sangrar e vão mostrar a beleza e a vida no sertão nordestino. 





      Nos açudes nordestinos, sempre tem uma infinidade de algumas espécies de peixes que procriam e matam a fome do homem do campo tais com: o piau, o corró, a piaba, a curimatã, a traíra, o cará e outros. Hoje eles já estão introduzem algumas outras espécies como: a tilápia, carpas e outros. Sendo assim, vemos que esses maravilhosos açudes do Nordeste, além de nos mostrar rara beleza quando estão cheios, ainda nos abastece com água e muitos peixes. Isso quando o período é chuvoso na região do polígono das secas, é claro. 





      As técnicas contemporâneas de açudagem surgiram na Índia, também na Inglaterra e Europa no século XlX. Também na América do Norte, nas terras áridas e semiáridas que existem por lá, também no século XlX, precisamente nas terras áridas de estados americanos, como: Montana, Colorado, Nebraska e Arizona. Então essas técnicas foram introduzidas no Brasil, acho que através desses países. Hoje as técnicas empregadas nas construções de grandes represas e açudes no sertão e em todo o Nordeste do Brasil, é claro que são técnicas brasileiras e que hoje é uma das mais avançadas do mundo. 





      Esses grandes açudes nordestinos, se destinam a beneficiar a agricultura dessa região, serve também para a pecuária e abastecimento para uso humano nas cidades que ficam situadas próximo a eles ou não. Fora a isso, eles servem também como área de lazer, criação de piscicultura e plantação de hortifrutigranjeiro. Eles são construídos para diminuir o problema crônico da escassez de recursos hídricos no Nordeste. O poder público na maioria das vezes é quem é responsável para fazer os grandes açudes. 





      No Nordeste do Brasil existem mais ou menos 70 mil açudes de superfície superior a 1.000 m². Fica em segundo lugar no mundo em quantidade de reservatórios, a Índia fica em primeiro. Grande açudes feitos no Nordeste brasileiro, são: Castanhão no Ceará, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves no Rio Grande do Norte, O Orós no estado do Ceará, e tanto outros açudes que fazem parte da paisagem e da vida do homem nordestino.




25 de ago de 2016

OÁSIS DO SERTÃO

NO OLHAR DE UMA CRIANÇA | Fonte da imagem: luizinhocavalcante












NO OLHAR DE UMA CRIANÇA







      A região nordeste do Brasil é impressionante, é a região que tem o maior número de estados brasileiros, com 9 estados. Esse lugar, sempre está sendo atingido por esse fenômeno. A região do sertão nordestino é uma área de terra que corta quase todos os estados dessa região. Dentro do sertão nordestino, existem várias famílias que estão dentro dessa faixa seca e árida e que sempre é castigada pelos intermitentes períodos de estiagens. As secas do sertão nordestino, são provocadas pelo fenômeno atmosférico oceânico chamado de El Niño. 





     Esse fenômeno é caracterizado por um aquecimento anormal das águas superficiais no Oceano Pacífico Tropical. Como essa é uma região que apesar de ser semiárida, ela possui vários pequenos, médios e grandes açudes, claro que, com a falta de chuvas provocado por esse fenômeno chamado de El Niño, é claro que essa região sente e sente muito as consequências. Primeiro porque esses reservatórios de água, eles depois de longos períodos de estiagens, ele naturalmente secam, e aí, as pessoas começam a sentir dolorosamente a falta desse líquido tão precioso para todos nós. 





      Não tendo inverno, não tem água, não tendo água, as pessoas não tem como plantar nem como beber e muito menos, fazerem os trabalhos domésticos. Como essa região é uma região árida e desértica em alguns lugares, a temperatura do chão pode atingir até 60 graus, com uma temperatura ambiente entre 25 a 35 graus na maior parte do ano. Hoje uma das soluções muito usadas no sertão, são as cisternas implantadas pelo governo federal na época de Lula e Dilma. 





       Essa foi uma das soluções mais acertada pelo governo, pois em época de chuvas, o agricultor pode armazenar a água das chuvas, em sua cisterna, que na maioria das vezes são colocadas no quintal ou ao lado de suas casas. Bem, mas isso é outra história, o que vemos, é que, essa região é uma região que, além de ter vários açudes como eu falei, esses reservatórios também servem para abastecerem pequenos municípios e também servem para a irrigação de lavouras desses agricultores. 






      É muito triste ver as cenas de pobreza nessa faixa de terra dentro dessa região do Brasil, pois somos todos nordestinos, e essas pessoas que dependem muito das chuvas ou de água potável, para sobreviverem, elas passam por cada momento crítico em suas vidas, para sobreviverem dentro do seu espaço territorial, pois com as secas constantes nessa região do sertão, não funciona praticamente nada. 





       Esses pequenos, médios e grandes açudes, são a fonte de água e vida para essas pessoas, pois na maior parte das vezes também eles servem para criação de peixe para subsistência dessas pessoas que ali moram, o mais incrível que ele vão usando carros pipas, ou seja, caminhões tanques, para levar água para outras comunidades, até esse açude não terem mais, água, já outros pequenos açudes ou barreiros, também podem receber água dos caminhões pipas, e assim, vão passando os dias com muitas dificuldades para essas famílias que moram em lugares quase inabitável, dentro do bioma nordestino. 





       Essa paisagem é praticamente cultural, o nordeste teve mais secas de que tempos chuvosos, pois essa área é propícia a isso em primeiro lugar, o seu relevo inter-planáltico, ou seja depressões localizadas entre planaltos, isso favorece a circulação de massas de ar úmidas, ocasionando a falta de chuvas. Também é uma região de latitudes equatoriais, com maior incidência de raios solares e, portanto, com maiores temperaturas. Ah, é bom explicar que não é em todo o nordeste que isso acontece, pois esse tipo de fenômeno está presente é na região chamada de sertão. 





        Então como vemos, o sertanejo é muito dependente tanto das chuvas como também das águas dos reservatórios dessa região. E quando ele ver os reservatórios e pequenos e médios açudes secarem, ele são tomados por uma desilusão profunda em não ter o produto mais precioso em suas terras. A verdade é que, nas secas, a paisagem muda os pássaros somem, o gado desaparece e a vida do sertanejo fica mais difícil de poder fazer algo mais por ele e por sua família. 





        E assim vai passado os dias através dos tempos e o sertanejo vai ficando calejado de tanto passar privações em seu próprio chão, sem poder fazer nada, a espera de um milagre, que nem sempre vem, e de 4 em 4 anos, ainda tem que aturar muita conversa fiada por parte de algumas pessoas que querem a ajuda deles para se eleger. Essa é a vida do sertanejo nordestino. 





        Às vezes o cultural no nordeste, nem sempre produz o que é bom para o povo sofrido dessa região. Nessa região meu amigo, como diz o poeta: “boi com sede bebe lama”, e ainda tem muita gente que tem preconceito contra nossa gente, nossa região. Falar da gente é fácil, difícil é ser um de nós. Tenho muito orgulho dessa terra, pois isso aqui é uma nação chamada de nordeste.


                                      

23 de jan de 2016

AÇUDE CABACEIRAS

                               
                              
                                                                     Fonte da imagem: fabiomagnani




                           



                          CARTÃO POSTAL DA PARAÍBA



      



      Seria muito bom se órgãos competentes que controlam a hidrografia da bacia nordestina, encontrassem um meio de reaproveitar o excesso das águas que saem pelos sangradouros dos grandes açudes nordestinos. 


    




      O ideal era que essa água fosse reaproveitada em outros açudes mais à frente dos que estivessem sangrando, e com isso conseguissem que essa água desperdiçada fosse para dentro de outros reservatórios, pois se elas entrarem nos rios temporários ou não, elas acabam sendo desperdiçadas. Quem sabem açudes construídos em efeito dominó com diferença de quilômetros entre um e outro. Acho que seria uma boa ideia se nós nordestinos tivéssemos um bom tipo de tecnologia a onde as águas não fossem tão desperdiçadas assim. 


  





       Pois é em anos de secas intermitentes a onde o sertanejo passa por dias difíceis. Vamos falar de um belo açude paraibano construído no local chamado Boqueirão porquê fica no Município paraibano de Boqueirão.  Porém o seu nome é Açude Epitácio Pessoa, uma forma de homenagem um paraibano que foi presidente do Brasil. Epitácio Pessoa em seu governo, investiu muito no programa de construção de barragens. Mas isso é uma outra história. 


      




          Esse açude fica a 45 km da cidade de Campina Grande. O lago formado por ele cobre uma área de 2.680 há, acumulando um volume de 535.680.000 m³. Ele oferece um potencial energético de 2.300 cv. Sua bacia hidrográfica cobre uma área de 12.410 Km². Ele também abastece a cidade de Campina Grande de água e gera energia elétrica. O acesso ao local pode ser feito a partir da cidade de Campina Grande, pela rodovia PB 148. Essa represa foi construída pelo DNOCS entre os anos de 1951 e 1956, e só foi inaugurado pelo presidente Juscelino Kubitscheck em janeiro de 1957. 


    





    A sua construção solucionou o grave problema de abastecimento d’água da cidade de Campina Grande. No entanto com as secas prolongadas a cada dia, o drama do açude Epitácio Pessoa começa ser visível, pois vemos o açude secar. Queira a Deus que Chova na região e em todo o nordeste, para que os açudes possam acumular água e possam mostrar toda a sua beleza e também possa saciar a sede dos nordestinos.




29 de ago de 2015

CARTÃO POSTAL DO SEMIÁRIDO

                                                    Fonte da imagem: worldmapz
                                           
                       





                               

                          

                                    OBRA DIVINA NO SERTÃO NORDESTINO
                                            

    





     Uma das regiões do Brasil que tem mais açudes é a região nordeste, isso porque é uma das formas mais eficaz de se combater a seca no semiárido nordestino. Essa forma de combater a seca é bem praticada nessa região. Também existem outras formas de combate as secas que são as construções de barreiros, cisternas, e outros. 

  





     Dentre alguns estados Nordestinos, o que se destaca mais em quantidade de açudes é o estado do Ceará. Em todo o Nordeste brasileiro vemos grandes obras feitas pela engenharia desse país, e vemos também que todos eles além de cartões postais encravados no semi-árido, eles matam a sede de milhares de pessoas e ainda servem como área de lazer para o sertanejo

   





      Essas obras primas são a salvação do homem que vive no campo, e que precisa de suas águas para consumo próprio, para o consumo de animais e para a agricultura. Sem isso, não tem geração de emprego e renda, porque no sertão, tudo é gerado em função dessas águas. Vamos falar de uma obra prima da engenharia brasileira que eu já tive o privilégio de conhecer, que é o açude do cedro que fica na cidade de Quixadá no estado do Ceará

   





     Ele foi uma das primeiras grandes obras de combate à seca, que foi feita pelo Governo Brasileiro. Ele foi construído no império, quando a ordem foi dada por D. Pedro ll, quando a região foi assolada por uma grande seca entre os anos de 1877 a 1879. Essa seca teve um grande impacto social e econômico nessa região, na época. 
   





     Essa obra é a primeira obra hidráulica moderna do continente sul americano. A estrutura barra o rio Sitiá e tem capacidade de acumular 125.694.000 m³ de água. Engenheiros que participaram da construção foram o Britânico Jules Revy, Ulrico Mursa e Bernardo Piquet Carneiro. Foram mais ou menos 25 anos para terminarem a construção dessa grandiosa obra, eles usaram a mão de obra dos flagelados da seca. 

   





     Devido à importância histórica ele foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico. O açude do Cedro dispõe de locais para banho, pescaria e prática de esportes náuticos. Você também tem uma vista panorâmica da Pedra da Galinha Choca. Uma linda formação rochosa que serve de inspiração para turistas, poetas e nativos.

11 de jun de 2014

REDES DE AÇUDES DO NORDESTE

                                                                 Fonte da imagem: panoramio 
                             
                               


                                AÇUDE CASTANHÃO

    



       O açude castanhão é o maior do estado do Ceará e o mais importante açude de múltiplos usos do Brasil. Esse açude tem como finalidade o abastecimento urbano e a irrigação. De acordo com o DNOCS, Departamento Nacional de Obras contra as Secas, esse açude chegou na última cheia que por sinal foi em 2004, com 39% de águas represadas, isso representa 2,6 Bilhões de m³.  

   


    Mesmo com todo esse volume ainda assim é crítica essa situação, porque o açude castanhão abastece além da cidade de Fortaleza, ele também abastece outras cidades vizinhas. Esse grandioso açude,  foi construído no leito do Rio Jaguaribe e está represado na cidade de Jaguaribara - Ce. A sua construção iniciou-se no ano de 1995 e só foi terminada no ano de 2002. 

   


     O castanhão banha pelo menos uns quatro municípios, são eles:  Jaguaribara, Alto Santos, Jaguaribe e Jaguaretama. Todas elas fazem parte da bacia do Jaguaribe. Esse açude é uma inovação da engenharia moderna brasileira, e que mostra para o mundo que a nossa engenharia é uma das mais avançadas do mundo. 

   


      Depois que foi feito a represa do açude, ele se tornou gigantesco com as suas águas represadas. Seus benefícios para a população foram grandes, como: Agricultura irrigada, Lazer, Piscicultura, pesca (de subsistência e esportiva).  Também foi gerado muitos empregos, e subsequente a população teve mais renda que foi gerada pela construção do canal da integração. 

   


      Com 25 mil ha de área de várzea irrigáveis e a área do Baixo Vale, as cidades de Tabuleiro do Norte, Quixeré, Russas, Limoeiro do Norte, Itaiçaba, Aracati e Jaguaruana foram beneficiadas por esse progresso.  Ele potencializa bem a irrigação e contribui para o desenvolvimento e para a geração de empregos nessa região. 

   


      No aspecto ambiental, é claro que ninguém gosta de sair do lugar a onde mora, porque já está há muito tempo naquele local. Porém somando tudo,  o benefício que um açude deste porte traz para a população é enorme. A empresa responsável pela obra, é obrigada a fazer o planejamento de novas casas e uma nova cidade para que as pessoas que estão sendo retiradas do local a onde elas vivem, sejam remanejadas em novas casas e na nova cidade. 

  


     Bom, tendo um local a onde o homem possa trabalhar dignamente sem ter que está sofrendo com a falta de emprego e de opção para ganhar o seu sustento dignamente, eu acho que é a melhor solução para que ele tenha mais dignidade, é ele está em um local a onde ele esteja trabalhando e gerando renda, e tendo o seu lazer junto com a sua família. Essa represa foi uma das melhores obras já feita para a população mais carentes do estado do Ceará. Ela beneficia o pobre e o rico, quer dizer beneficia a todos.            


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...