, A ARTE DE NEWTON AVELINO: CIDADES DO NORDESTE

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Iago Melanias

    SEGUIDORES

    Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!
    Mostrando postagens com marcador CIDADES DO NORDESTE. Mostrar todas as postagens
    Mostrando postagens com marcador CIDADES DO NORDESTE. Mostrar todas as postagens

    14 de mar de 2017

    CAPITAL DO REGGAE

    ILHA DO AMOR | Fonte da imagem: Decolar












    ILHA DO AMOR







          Como quase toda as capitais do dos estados do nordeste brasileiro, a cidade de São Luiz do Maranhão é uma dessas cidades bela e cheia de atrativos para serem mostrados. Não existi uma época determinada para você visitá-la, pois essa cidade, tem seus encantos em cada rua, em cada espaço, em cada canto dela. Ela tem um grande acervo cultural, e isso faz com que ela se destaque de algumas outras capitais. Foi colonizada por franceses. 





          No século XVll, navegadores de Cancale e Saint-Mailo se estabeleceram na região e a batizaram com uma singela homenagem ao Rei Luís Xlll. A economia dessa época, era impulsionada pelo plantio e exportação de cana de açúcar, tabaco e cacau. Isso fazia dessa região, uma região próspera e rica, pois o progresso da região e as exportações dos produtos que ela produzia, fazia dela uma região próspera e de geração de emprego e renda para quem procurava se instalar nesse local já nessa época. 





          São Luiz foi fundada pelos franceses em 1612, foi implantado na cabeça de uma península formada na confluência dos rios Bacanga e anil e caracteriza pela influência portuguesa, que tem uma mistura muito forte que já dava para se identificar a olho nu, principalmente nos seus azulejos em várias fachadas dos seus casarões na parte do centro cultural dessa cidade. A expansão urbana acelerou-se no período dos séculos XVlll e XlX, obedecendo ao traçado original do ano de 1615, e que foi feito pelo engenheiro português Francisco Frias de Mesquita, após a expulsão dos franceses. Essa capital guarda muitos segredos em cada beco, em cada esquina e em todos os seus espaços. A sua cultura tem heranças indígenas, europeias e africanas. 





          Ela é a única capital brasileira totalmente situada numa ilha. Mesmo com muitas mudanças ocorridas durante todos esses anos, São Luís do Maranhão tem uma grande comunidade negra do país, e chega a ser a terceira comunidade negra do Brasil. Essa cidade está situada na sub-região nordestina chamada de “meio norte”. Isso é que move as pessoas de São Luís do Maranhão. Recebeu o tombamento pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade, em 1997. 





          Possui um acervo arquitetônico colonial avaliado em cerca de 3500 prédios, espalhados por uma área de 250 hectares de centro histórico, sendo uma parte de casarões com mirantes revestidos com azulejos portugueses. Muitos desses prédios foram restaurados; e isso é uma vitória para a história cultural de São Luís, para a história cultural do Nordeste e para a história cultural do Brasil, pois uma cidade sem história, um estado sem história, uma região sem história e um país sem história, claro que isso não vai lhe dá identidade. 





          É preciso todos nós valorizarmos o que é nosso, através de ações, incentivos e trabalho. A prefeitura Municipal de São Luís funciona no palácio la Ravardiére, construção de 1689. Essa cidade é um município mais populoso do Maranhão, além de ser o 15º município mais populoso do Brasil. Essa capital nordestina contribui e muito para o progresso do meio norte na região nordestina, do Nordeste e do Brasil. A culinária típica maranhense é variada, saborosa, com temperos e personalidade marcantes. 





          As influências da cozinha maranhense vêm de índios, portugueses e africanos. Mas muito mais dos africanos, que souberam dar vida e sabores novos a tudo que encontraram nessa região. O arroz de cuxá e o peixe frito é um dos pratos bem pedido nessa região, é quase uma instituição para os maranhenses. Quando você vier ao Nordeste, procure conhecer São Luís e a sua história, pois a terra de Alcione, do Tambor de Crioula, do Tribo de Jha, bumba meu boi e tantos outros, vai te receber de braços abertos. A capital do Reggae é linda de se ver. Venha conhecer a ilha do amor, São Luiz do Maranhão.






      

    6 de nov de 2016

    CATINGUEIRAS

    CIDADE DO SERTÃO | Fonte da Imagem: Catingueira hoje











    CIDADE DO SERTÃO







          Algumas cidades do sertão e de outras sub-regiões do Nordeste brasileiro, algumas ainda têm uma arquitetura colonial muito ativa e preservada. Outras mantém um aspecto bem interiorano e outras por causa das intermitentes secas que assolam o sertão do Nordeste, são praticamente desérticas, pois alguns vilarejos ficam abandonados quando a seca é terrível, os moradores fogem da fome e da seca que flagela qualquer ambiente abitado por seres humanos. 






           Vamos falar aqui, de uma dessas cidadezinhas que fazem parte da beleza do bioma nordestino, que é a cidade de Catingueira, e que fica, no estado da Paraíba. Esse município fica na microrregião de Piancó e faz parte da região metropolitana de Patos. Sua área territorial é de 529 KM². Seu padroeiro é São Sebastião, e todos os anos, nessa cidade, fazem uma grande festa que já se tornou tradicional. As cidades de Uiraúna, Poço de José de Moura e Joca Claudino, são muito próximo do município da cidade de Catingueira. 






            Ela fica a 32 KM ao sul leste de São Miguel, a maior cidade nos arredores. Segundo historiadores, a povoação desse município, teve origem no século XVlll, na fazenda que era de Pedro Velho Barreto, que até hoje é tido como fundador desse município. As primeiras casas foram construídas a partir de 1745. Isso foi possível porque esse lugar era um tipo de pousada para quem estava de passagem por essa região com destino a outras sub-regiões do Nordeste, isso trouxe maior expansão de movimento de comércio para essa região, já que o atendimento aos transportadores de mantimentos, começou a gerar dividendos, atraindo mais moradores para esse local. 






           Outra coisa que deu impulso ao povoado, que teve a frente o senhor João Luiz de Abreu e o Coronel Firmino Aires Albano Costa, edificação que trouxe decisivamente para o desenvolvimento da localidade. A cidade de Catingueira originou-se de forma muito espontânea, catingueira é uma arvore que dá muito nessa região, então quando começou a início da cidade, esse nome foi o que foi sugerido para colocarem no município, já que nessa região a proliferação da catingueira é grande. A colonização nessa área foi através da família Pedro Velho Barreto, isso em 1759. 






            Esse município foi elevado à categoria de cidade por meio de uma lei estadual de nº 2.144/1959, quando foi desmembrada do município de Piancó. Sua economia vem da agricultura, por meio de cultivo do algodão, batata, milho e feijão. Também a criação de ovinos, caprinos, aves e suínos. O serviço público, o extrativismo e o comércio, também fazem parte da economia desse município, mesmo que seja em escala menor. Essa cidade limita-se ao norte com a cidade de Pombal, Cajazeirinha, São Bentinho e Condado. A sul, limita-se com Imaculada, ao Leste, com Santa Terezinha, e ao Oeste com Coremas e Olho D’água. 






           Os pontos turísticos dessa cidade estão encravados dentro do próprio bioma nordestino, esse bioma que é único e que, ainda não foram explorados economicamente pelo município tais com: a flora e a sua fauna e diversas trilhas que também estão dentro da caatinga. O açude dos cegos é o principal reservatório de água do município. 






           Então como vemos, as pequenas cidades que ficam nas sub-regiões do nordeste brasileiro, elas podem surpreender com suas arquiteturas antigas e algumas delas, também podem te oferecer como atração turísticas ou não, o turismo de aventura e o ecoturismo, mas mesmo assim, elas fazem parte de um charme todo peculiar que é a sua tranquilidade e a natureza que fazem parte da área física de cada uma delas. Você em algumas cidades dessas, do sertão nordestino, ainda podem encontrar a natureza como porta de entrada.







    3 de ago de 2016

    LUGAR PRAZEROSO

    TERRA DE TODOS OS ENCANTOS | Fonte da imagem: prodeturbahia









    TERRA DE TODOS OS ENCANTOS









          Eu costumo dizer que se existe um lugar exótico e de grande beleza, esse lugar é a Bahia. A Bahia com seus encantos e a sua magia, encanta toda beleza que se irradia. A Bahia é minha e é sua, é de todos os santos, de todos encantos. A Bahia é solo sagrado, também é profano e que nos encanta com seus cantos. A Bahia eu posso dizer que teve Dorival, Caymmi e Gil. Teve Caetano, os novos baianos, teve Ivete e Claudia leite, também teve Carlinhos Brown, teve asa e chiclete, teve Bel Marques, Castro Alves, também teve Armandinho Dodô e Osmar, e também teve a Timbalada os afoxés e os filhos de Gandhy.  






           Ela teve tudo que de bom nos deu. Ela também nos deu o trio elétrico e toda a ginga de Gal e Betânia, e por aí vai. A Bahia é nordeste, ela é Brasil, terra de muitas cores e amores, sua capital Salvador é cosmopolita, com muitas tribos cores ritmo e amores. Então falar disso aqui, é muito fácil e prazeroso. Os recantos e os encantos da Bahia, estão em todos os cantos do encontro da humanidade com a natureza. Hoje vamos falar de um lugar que encanta e é um encanto, vamos falar da cidade de Salinas de Margarida. 






          Esse é um lugar bom de se viver, um lugar que tem potencial e um lugar aprazível. Com um aspecto interiorano, esse lugar nos traz paz e também nos mostra o seu manancial de belezas naturais. Suas belezas são conhecidas por todos que aqui, aportam nesse lugar maravilhoso. Os visitantes vão de encontro a dois lugares maravilhosos aqui, que encantam a todos, um é a Barra do Paraguaçu, a Ponta do Dourado e a Praia da Ponte. A cidade também tem um festival muito conhecido que é, o Festival do Marisco. Nesse festival, são feitas moquecas e vários outros pratos típicos da região, a base de frutos do mar. 






          A mariscada é uma das iguarias da culinária regional mais tradicional. Esses pratos são preparados à base de siris, camarões, lagostas e outros, eles são cozidos no azeite de dendê, com bastantes ingredientes picantes e aromatizados, que só a cozinha nordestina tem. Na verdade quando falamos de turismo no Brasil, se não falarmos de Nordeste, não falamos nada, pois essa região é uma das que, tem mais potencial hoteleiro e de logística para oferecer aos turistas, tanto os nacionais como os internacionais. Tudo isso acontece nessa cidade, isso sem falarmos nas paisagens naturais que essa região nos proporciona. 






             Ela é linda e abençoada por Deus. Então vemos, que para qualquer lado que formos, e em que, qualquer região dentro da região nordeste estivermos, se tratando de turismos, sempre vamos nos surpreender com tanta beleza e com tanta hospitalidade nordestina. O artesanato da cidade, a maioria dele, é feita em cima da matéria prima que são os búzios e as conchas. Esse município encanta pela beleza de sua orla com praias calmas nas ilhas que o circundam, além de grande potencial para a pesca e a prática de esportes náuticos. 






            Com grande vocação turística e uma rede de serviços organizados, Salinas de Margarida tem todo o potencial para se desenvolver em várias frentes. Os empreendimentos estão chegando nessa região e com certeza trarão desenvolvimento e geração de emprego e renda cada vez mais para os nativos da cidade. Esse local já foi habitado pelos índios tupinambás, Salina das Margaridas integrou a capitania dos portos de Salvador e foi vendida ao português Manoel de Souza Campos, que acreditou que a localidade teria potencial para a exploração de salinas. Em 1962 o local ganhou status de município. 






            Como chegar a esse lugar maravilhoso em terras baianas: Saindo de Salvador a capital do estado da Bahia, atravessando a Baía de todos os Santos pelo sistema ferry-boat, são 45 minutos entre os terminais de São Joaquim, na cidade baixa, e de Bom Despacho, na ilha de Itaparica, de onde se segue 34 Km pela BA – 001 até o entroncamento à direita par aa BA – 534, seguindo0a por 18 Km até Salinas da Margarida. Vindo a Bahia, vindo a Salvador, conheça Salinas da Margarida, esse lugar maravilhoso de se conhecer. Muitas belezas naturais, e uma paz de interior que esse lugar passa para as pessoas, sem falar na tranquilidade que tanto é procurada pelos os humanos. Salinas da Margarida, um pedacinho da Bahia que Deus fez e deu para todos nós.



    .





    5 de abr de 2016

    CIDADE MAIS LIMPA DO BRASIL

    ACARI - RN | Fonte da imagem: portalrafaelfernandes
    Fonte da imagem: portalrafaelfernandes







    ACARI - RN







          As cidades do sertão nordestino, algumas além de ser lindas, parecem cenário de filmes do século passado. O cenário dessas cidades do interior do nordeste brasileiro, nos remete a cidades de contos de fadas, porque isso, porque são cidadezinhas bem pequenas com uma população bem educada e com um aspecto cultural tradicional. Essa cidade que vamos falar hoje, é a cidade de Acari no Rio Grande do Norte. 





        Ela foi desmembrada da cidade de Caicó no RN em 18 de março de março de 1835, por uma resolução do Conselho do Governo em 11 de Abril do mesmo ano. Passou a cidade em 15 de agosto de 1898. Essa região era habitada pelos índios Cariris. Acari foi fundada na condição de povoado como tantos outros municípios do nordeste brasileiros, pelo sargento-mor Manuel Esteves de Andrade, vindo da serra do Saco. 





         Já no ano de 1937 a capela do novo povoado foi erguida, consagrada a Nossa Senhora da Guia. Então em 11 de abril de 1835 a resolução do conselho criou o município de Acari. Nessa mesma época, ou seja, na época do império, já era obrigação da população a limparem a frente das casas. As pessoas eram obrigadas a manterem limpa a cidade. Isso no Brasil império e no Brasil colônia e até os dias de hoje ou seja, na república, o lema é o mesmo, os habitantes manterem limpas as suas casas e deixarem as ruas bem conservadas. 





          Para quem não conhece a cidade de Acari, ela fica na região do Seridó, na microrregião do Seridó Oriental, na Mesorregião Central Potiguar e no Polo Seridó. A sua população gira em torno de mais ou menos 11.035 mil habitantes, isso no último censo, sendo que 8.841 residentes na área urbana e 2.348 na zona rural. Acari tem uma área territorial de 610,3km². Sua altitude é de 270 acima do nível do mar. 





        A população dessa cidade foi tomando consciência, e se tornando mais e mais orgulhosa pelo o título que a cidade leva, que é a de ser a “cidade mais limpa do Brasil”, esse título foi dado a ela em 1973, e o slongan da época era: “nessa cidade o “sugismundo” não pode morar”, um slongan que foi criado pelo prefeito da época, Sr. José Braz de Albuquerque Galvão Filho. Até a data de hoje, essa cidade vem sendo a cidade mais limpa do Brasil. Acari fica a 215 KM da cidade do Natal a capital do Rio Grande do Norte. 





         O prêmio InovaCidade 2015 faz parte do Smart Business América Congresso & Expo 2015, que premia projetos e iniciativas que contribuam com a melhoria da qualidade de vida das cidades, nas áreas de sustentabilidade, governança energia, mobilidade urbana e inovação tecnológica. 





          Seus atrativos culturais são: o museu histórico/museu do sertão, fica localizado no antigo prédio da cadeia e intendência (casa de Câmara e Cadeia), Igreja Nossa Senhora do Rosário, Matriz Nossa Senhora da Guia (Padroeira de Acari), sobrados, casario urbano, Capela Nossa Senhora de Lourdes, Casas de Fazendas, Sítios arqueológicos e outros. Alguns atrativos naturais de Acari são: O açude Gargalheiras e a Serra do Bico. Para quem gosta de turismo de aventura essa região é propícia, pois você pode escalar a serra do bico da arara, conhecer algumas inscrições rupestres, fazer trilhas e muito mais. 





          Também tem o açude Gargalheiras que quando está cheio é o cartão postal dessa cidade, em épocas de chuvas ele chega a sangrar, fazendo disso um espetáculo que só mesmo a natureza pode proporcionar, formando o chamado véu de noiva. Também tem a pedra do avião, a cachoeira Furna da Onça e tantas outras coisas que a própria natureza pode nos oferecer nessa região maravilhosa chamada de Nordeste. 





            Na sua gastronomia, Acari não foge à regra, ou seja, o cardápio é o mesmo cardápio de qualquer outra cidade do nordeste brasileiro, um manjar de delicia é servido para nós. Sempre é servido a maravilhosa carne do sol, buchada, galinha caipira, picado, linguiça sertaneja, peixe, camarão, bode assado, feijão verde, pirão de peixe e outros. O seu artesanato também é muito tradicional, redes e bordados, esculturas de cerâmica, arte em ferro e muitas outras coisas. Vindo ao Rio Grande do Norte não deixe de conhecer a cidade de Acari.






    18 de fev de 2016

    LINDA CIDADE

                                                Cidade-de-Nova-Iorque | fonte da imagem: achetudoeregiao




                                                 
                                                       
                                            CIDADE DE NOVA IORQUE
                                         



          O nordeste brasileiro é mesmo uma dádiva de Deus. Fomos os primeiros a ser descobertos pelos europeus e de lá para cá vemos que em alguns lugares dentro da região, fomos presenteados por belos nomes de grandes cidades do mundo, uma delas é New York City. Por incrível que pareça, temos uma cidade no estado do Maranhão, nordeste brasileiro, que leva o nome de Nova Iorque. 



         Essa cidadezinha, claro, não é aquela gigantesca metrópole americana, também não é aquela cidade com suas tribos e os seus costumes, a chamada cidade cosmopolita, com vários idiomas, várias nacionalidades e vários gostos e costumes, não, não é assim, mas na verdade a Nova Iorque brasileira também tem o seu charme, tem a sua paz, uma grande arborização, praias de água doce e muito mais.




          Localizada no médio sertão nordestino do Brasil, fica a oeste, estando a uma altitude de 178 metros. Tem uma população acima de 4.000 mil habitantes, e possui uma área de 976,629 KM². Em 1871, a Fazenda Sussuapara já prosperava, isso bem antes da chegada do Americano Eduardo Burnet à região. Em 1886 construiu uma casa de telhas, e começando no ramo de comércio. E ele então fundou uma vila, que logo levava o nome de Vila Nova, e que era desmembrada de Patos Bons. 



            
            Com um crescente progresso na economia da Vila, ele resolveu mudar o nome da Vila, para Nova Iorque, em homenagem a sua terra. Também contribuíram bastante para o crescimento dessa cidade, os brasileiros, Justino Neiva de Souza, Bernardino do Espírito Santo e Silva e João Henrique Ferreira. A história conta que em 1925 a vila foi invadida pela coluna Prestes, tendo os revolucionários saqueado o comércio, queimando arquivos públicos e praticado mais uma série de arbitrariedades, deixando a região oito dias depois. 




             No ano seguinte o rio Parnaíba inundou esse povoado, forçando a mudança da vila para local mais alto, não atingido pelas águas desse rio. A Nova Iorque brasileira, fica localizada a 496 KM da capital São Luís, tem 127 anos de existência. Com a construção da Barragem Boa Esperança, no ano de 1968, a cidade teve que ser construída em outro loca com recurso do Governo Federal, na época, e a cidade antiga foi invadida pelas águas da represa. Já a nova cidade de Nova Iorque foi toda planejada. Procure conhecer a cidade de Nova Iorque brasileira que fica no Maranhão.







    2 de fev de 2016

    NOVA OLINDA

    Fonte da imagem: turismocomunitariofcg

     


    CIDADE DO CARIRI


        
        A região cearense é uma das mais linda do nordeste brasileiro, e se tratando da região do cariri cearense, a gente ver uma história cultural muito rica. Vou falar aqui de uma dessas cidades cearense que faz parte da região do cariri cearense. 


         Vamos falar da cidade de Nova Olinda, este município se encontra na microrregião do sul cearense, Região metropolitana do cariri, fica a cerca de 540 quilômetros do sul de Fortaleza. 


          A cidade de Nova Olinda se chamava Tapera, porém um missionário capuchinho, vindo da cidade de Olinda, pernambuco, indo para o sertão dos inhamuns, passando pela região, ele pediu hospedagem nessa vila, e lhe negaram. 


        Então ele passou a noite em baixo de uma árvore, durante o dia os habitantes do local lhe pediram que rezasse uma missa na capela, e que desse outro nome ao local para que trouxesse progresso, pois os habitantes dessa vila, achavam muito feio o nome de tapera. 


          Então o capuchinho rezou a missa, e durante ela, ele deu o novo nome ao local, passando a se chamar Nova Olinda, isso é o que reza a lenda. Hoje o município tem cerca de mais de 13 mil habitantes, uma área de 291 KM² e foi criado em 1957. 


        Ele foi elevado à categoria de município com a denominação de Nova Olinda, pela lei estadual nº 3555, DE 14-03-1957, desmembrado de Santana do Cariri. Na verdade esse município atravessou do século XVlll para o século XX como vila, distrito de Santana do Cariri. 


         Essa cidade é uma das 65 cidades indutoras de turismo nacional pelo ministério do turismo. Para quem chega para conhecer a cidade de Nova Olinda, esses visitantes tem boas opções tais com: folclore, artesanato, arqueologia e uma culinária riquíssima. Ainda tem nesse município, a igrejas do Padroeiro São Sebastião, um patrimônio local que tem uma bela arquitetura.  


          Os turistas podem se deliciar com o Sítio Arqueológico Furna Pintada, as Cavernas Olho D’Água, a Ponte da Pedra, o Poço do Inferno e a Pedra da Coruja. Também foi inaugurado o Museu do Couro. 


          A infraestrutura da cidade é boa, existem pousadas com preços atrativos. Como chegar a cidade a partir da cidade do Crato uns 50 KM. Da cidade de Iguatu são 170 KM passando por Antonina do Norte, Assaré em seguida Nova Olinda.


















    26 de jan de 2016

    ILHA DO FERRO




                                                                         
    Fonte da imagem: alagoasborel



                                                 
                                    POVOADO RIBEIRINHO
                                                   



        Esse semiárido que é um verdadeiro patrimônio dos nordestinos, nos prega cada peça em cada lugar que a gente chega, vemos que nesse bioma chamado caatinga, tudo que está diretamente ligado a ele, é muito importante e rico culturalmente. 


        Por onde se anda pode se perceber que existe lugares lindos para se fazer o eco turismo. Também vemos um acervo cultural inestimável, partindo do pressuposto do que existe nele, é uma história milenar que nos proporciona sítios arqueológicos com pinturas rupestres, fosseis aflorando da terra e muito mais.



        Vamos falar de um desses lugares que além de ser maravilhoso como tantos outros que existem no sertão nordestino e fora dele nos remete às belas paisagens do sertão veredas. A transformação mágica desse bioma é uma coisa divina vindo de DEUS. 


        Um povoado do nordeste brasileiro que está encravado dentro desse bioma e que fica às margens do Rio São Francisco, chama-se “ilha do ferro” pertencente ao Estado de Alagoas e está localizado a 18 KM do município de Pão de Açúcar. 


       O povoado tem mais ou menos umas duzentas famílias, sua principal fonte de renda é o seu artesanato. O seu bordado boa noite, também é uma tradição, que vem desde a época da colonização. Esse oficio ainda se mantem por essas bandas, já que no resto do Brasil quase não existe mais. Esse também é uma atividade econômica que ajuda muito esse lugar.A renda é um trabalho exclusivo das mulheres desse povoado, e a qualidade dessa renda já ganhou o mundo. 


         Para chegar a esse povoado, só existem dois caminhos: ou de barco, ou de carro 4x4 pois o terreno e cheio de trilhas e a dificuldade natural do terreno dessa região pede que os carros sejam preparados. As paisagens desse lugar são surpreendentes, o visitante vai ficar muito surpreso no que vai ver nele. Geralmente os artesãos usam temáticas para construírem as suas obras: Barquinhos inspirado nas pequenas embarcações que existem nesse trecho do rio. 


        O bordado bom dia, boa tarde, boa noite, que inclui o ponto flor boa noite, reproduz as casas do vilarejo, e os florais com o tecido estampado e bordados apenas no fundo, formando assim, um recorte de estampa. Essa é a história desse lugar chamado “ilha do ferro”. Por essas e outras, vejo que há cada dia, meus irmãos nordestinos se dedicam mais e mais a manterem a tradição dessa cultura tão linda que só nos deixa felizes por ser dessa terra
    .


    Esse semiárido que é um verdadeiro patrimônio dos nordestinos, nos prega cada peça em cada lugar que a gente chega, vemos que nesse bioma chamado caatinga, tudo que está diretamente ligado a ele, é muito importante e rico culturalmente. Por onde se anda pode se perceber que existe lugares lindos para se fazer o eco turismo. 



    19 de jan de 2016

    A CAPITAL DO MEIO NORTE

    Fonte da imagem: melhoresdestinosdeviagens





    TERESINA VERDE CAP



         
          Teresina a capital piauiense é uma das mais arborizadas do nordeste. A verde cap é a única do nordeste brasileiro que não é banhada pelo oceano. Ela tem o privilégio de ser abraçada por dois grandes rios, o rio Poti e o Parnaíba. O projeto Teresina mais verde veio contribuir para a arborização da cidade desde que começou em 2013. Mais de 216.455 novas árvores foram plantadas nas ruas e quintais da capital piauiense. 


          É uma forma que a prefeitura da cidade encontrou para resgatar o título de cidade verde, que tanto foi cantando em versos e prosas. Considerada uma das capitais planejadas do país. É considerada a mais quente do Brasil e a terceira com incidência de raios no mundo. Foi fundada no dia 16 de agosto de 1852 com o nome de Vila Nova do Poti, e desde então, assumiu o posto de capital do estado. Leva esse nome por homenagear a imperatriz Teresa Cristina, esposa de Dom Pedro ll. 


          A arborização dessa cidade é muito importante, porque a capital do meio norte é quentíssima, o calor muito causticante chega ser quase insuportável, pois ela fica próximo à linha do equador. Uma das coisas marcante na cidade, é a receptividade das pessoas que lá moram. Esse município é o mais populoso do estado. Localiza-se no centro norte piauiense, e fica a 366 Km do litoral, sendo, portanto, a única capital da região Nordeste do Brasil, que também se destaca pela sua arborização em todo o município. Possui uma população estimada em mais de 800.000 habitantes. 


         A grande Teresina aglomera mais de 1.190.000 habitantes, formando a segunda mais populosa Ride de todo o Brasil, ficando atrás de Brasília, a capital federal. Ela é a 21ª maior cidade do Brasil e a 16ª maior capital do Brasil, sendo uma das cidades que cresce mais em todo Brasil. Essa cidade fica em uma zona de transição entre o semiárido nordestino e a Amazônia conhecida por meio norte, Teresina tem uma vegetação composta de Floresta estacional semidecidual, áreas com cerrados e a mata de cocais. Tais como buriti, babaçu, tucum, pati, macaúba e outros. 


           O pib da cidade representa cerca de 45% do Pib do estado do Piauí. Isso no ano de 2013. A sua indústria destaca-se na área têxtil e de confecções, que exporta para outras regiões. No turismo existem vários espaços para eventos educativos e culturais. Alguns dos seus pontos culturais são: O museu do Piauí, a central de Artesanato Mestre Dezinho, Museu Municipal de Arte Sacra Dom Paulo Libório, a Igreja de Nossa Senhora do Amparo, Museu dos rios e tantos outros pontos de cultura. 


           Na verdade essa é uma capital diferenciada para a gente conhecer. Ela cresce a cada dia, a sua culinária é maravilhosa e a receptividade das pessoas gera um aglomerado de coisas boas e que cativa a gente a conhecer a cidade. A cozinha piauiense traduz o gosto e os sabores dos temperos. A galinhada é um prato diferenciado dentre todos que ali existem. Estando no estado do Piauí, tente conhecer Teresina, ela vai te surpreender.










    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    GOSTARIA DE ASSINAR O NOSSO FEED?

    100% gratuito

    RECEBA AS ATUALIZÇÕES DO NOSSO BLOG DIRETAMENTE NO SEU E-MAIL

    FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO BLOG