A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: CARVOARIAS CARVOARIAS A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

NEWTON AVELINO

Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

31 outubro, 2015

A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro , CARVOARIAS , Cultura Nordestina ,

CARVOARIAS

                                                Fonte da imagem: ejsape


                                           


                         PRÁTICA TRADICIONAL NO SERTÃO

   



     As carvoarias do sertão nordestino são feitas para transformar galhos secos e troncos de árvores em carvão. Essa prática é muito tradicional nos mais distantes lugares do alto sertão do nordeste brasileiro, onde realmente esses sertanejos não tem acesso a nenhum meio de cozinhar sua alimentação. 

   


    Já outros fazem esse tipo de trabalho prática de vende-lo e ganhar um valor monetário com a venda desse produto. As carvoarias são feitas do seguinte modo, o agricultor cava uma vala no chão e preenche com troncos e galhos de árvores secas da caatinga, cobrindo assim com algum capim e depois cobre com terra, deixando assim queimar por vários dias, até ser transformado em carvão vegetal. 

  


    A utilização dessa lenha para produção do carvão vegetal é uma alternativa de renda e consumo para alguns desses pequenos agricultores dessas regiões. Alguns desses sertanejos só fazem carvão para vender quando não conseguem outra atividade. Essa prática mesmo sendo comum no sertão, é uma prática que não é a forma mais correta de manejo e de preservação do meio ambiente. 

  



      Primeiro porque polui o meio ambiente, suja as pessoas e não é o mais correto, é apenas um paliativo. Essa prática leva muitos prejuízos para o meio ambiente porque contribui e muito para o desequilíbrio ambiental do ecossistema. Tudo isso traz muita poluição ambiental e reduz drasticamente a vegetação do bioma. 

   



     A fiscalização está sempre atenta para esse tipo de prática ilegal. Para quem trabalha com essa atividade e para quem usa, é unir o útil ao agradável. Sempre ir alternando carvão e gás, só assim se evita a prevenir doenças respiratórias. Poderia se pensar em fazer algo sustável com plantação de árvores de corte para manejo sustentável na produção de carvão.






Nenhum comentário: