ILHA DO FERRO – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: ILHA DO FERROBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: ILHA DO FERRO A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: ILHA DO FERROBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: ILHA DO FERROBlog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

26 janeiro, 2016

ILHA DO FERRO




                                                                     
Fonte da imagem: alagoasborel



                                             
                                POVOADO RIBEIRINHO
                                               



    Esse semiárido que é um verdadeiro patrimônio dos nordestinos, nos prega cada peça em cada lugar que a gente chega, vemos que nesse bioma chamado caatinga, tudo que está diretamente ligado a ele, é muito importante e rico culturalmente. 


    Por onde se anda pode se perceber que existe lugares lindos para se fazer o eco turismo. Também vemos um acervo cultural inestimável, partindo do pressuposto do que existe nele, é uma história milenar que nos proporciona sítios arqueológicos com pinturas rupestres, fosseis aflorando da terra e muito mais.



    Vamos falar de um desses lugares que além de ser maravilhoso como tantos outros que existem no sertão nordestino e fora dele nos remete às belas paisagens do sertão veredas. A transformação mágica desse bioma é uma coisa divina vindo de DEUS. 


    Um povoado do nordeste brasileiro que está encravado dentro desse bioma e que fica às margens do Rio São Francisco, chama-se “ilha do ferro” pertencente ao Estado de Alagoas e está localizado a 18 KM do município de Pão de Açúcar. 


   O povoado tem mais ou menos umas duzentas famílias, sua principal fonte de renda é o seu artesanato. O seu bordado boa noite, também é uma tradição, que vem desde a época da colonização. Esse oficio ainda se mantem por essas bandas, já que no resto do Brasil quase não existe mais. Esse também é uma atividade econômica que ajuda muito esse lugar.A renda é um trabalho exclusivo das mulheres desse povoado, e a qualidade dessa renda já ganhou o mundo. 


     Para chegar a esse povoado, só existem dois caminhos: ou de barco, ou de carro 4x4 pois o terreno e cheio de trilhas e a dificuldade natural do terreno dessa região pede que os carros sejam preparados. As paisagens desse lugar são surpreendentes, o visitante vai ficar muito surpreso no que vai ver nele. Geralmente os artesãos usam temáticas para construírem as suas obras: Barquinhos inspirado nas pequenas embarcações que existem nesse trecho do rio. 


    O bordado bom dia, boa tarde, boa noite, que inclui o ponto flor boa noite, reproduz as casas do vilarejo, e os florais com o tecido estampado e bordados apenas no fundo, formando assim, um recorte de estampa. Essa é a história desse lugar chamado “ilha do ferro”. Por essas e outras, vejo que há cada dia, meus irmãos nordestinos se dedicam mais e mais a manterem a tradição dessa cultura tão linda que só nos deixa felizes por ser dessa terra
.


Esse semiárido que é um verdadeiro patrimônio dos nordestinos, nos prega cada peça em cada lugar que a gente chega, vemos que nesse bioma chamado caatinga, tudo que está diretamente ligado a ele, é muito importante e rico culturalmente. Por onde se anda pode se perceber que existe lugares lindos para se fazer o eco turismo. 



Nenhum comentário: