MONT SERRAT – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: MONT SERRAT Blog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: MONT SERRAT A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: MONT SERRAT Blog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: MONT SERRAT Blog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

09 abril, 2016

MONT SERRAT

MONT SERRAT | Fonte da imagem: panoramio








A PONTA DO HUMAITÁ






      É muito gostoso falar de várias histórias sobre o nordeste brasileiro e também de seus pontos turísticos que só nos enche de orgulho. Nessa região poderíamos dizer e citar milhões de atrações turísticas e belas histórias sobre a nossa própria história, desde o Brasil império, Brasil colônia e Brasil república e em cada história dessas iríamos nos surpreender bastante, pois temos influências de várias culturas e isso foi o que enriqueceu mais nossa história. 





      Não é de agora que temos igrejas seculares com uma preservação de dar inveja a qualquer um. Vamos falar aqui de uma pequena igreja incrustada sobre recifes e que fica localizada na Ponta do Humaitá, em Mont Serrat, um bairro de Salvador, fazendo parte da cidade baixa dessa linda capital nordestina e cosmopolita, Salvador. Nesse bairro, encontramos uma arquitetura bem antiga. A igreja de Mont Serrat, que também é mosteiro, data do ano de 1580 e foi construída pela família Gárcia D’Ávila muito tradicional e rica da Bahia. 





      Ele doou o templo ao Mosteiro de São Bento. Logo no início do século XX ela foi reformada e o altar-mor recebeu ornamentos da Igreja de São Bento. O convento e a igreja pertence a ordem dos beneditinos. O conjunto harmonioso projeta-se para o mar gerando uma paisagem aérea incrível. A ponta do Humaitá agrega esse lindo conjunto arquitetônico do Mosteiro e a Igreja de Mont Serrat, e o antigo Iate Clube de Mont Serrat, e várias casas no estilo arquitetônico do século XIX, também existe um farol construído no começo do século XX para guiar as embarcações vindo de outros lugares e que passam por aquela região. 





        O culto à Nossa Senhora do Monte Serrat é originado dos tempos medievais no velho mundo, já no Brasil esse culto vem da época colonial do Brasil. Todo esse acervo está localizado em uma pequena península sobre a Baía de Todos os Santos conhecida como Ponta de Monte Serrat, foi em uma época passada que esse lugar servia como ponto estratégico para a observação da Baía e defesa da cidade de Salvador. O nome dado a esse local foi em referência à imagem da virgem espanhola, trazida por um padre jesuíta que implantou a devoção a Nossa Senhora de Mont Serrat, no local. 





        Toda essa área da ponta de Humaitá, que inclui o forte, a igreja e o farol de Mont Serrat, pertence ao Parque Regional de Manutenção do Exército. Esse lugar é considerado um dos mais belos pontos da cidade de Salvador. A sensação que ele passa para todos nós, é de tranquilidade, calmaria e uma paisagem de cinema. Sendo assim, vemos que em cada cantinho do nordeste do Brasil encontramos um pouco da nossa história, seja no período imperial, colonial ou república, sempre vamos encontrar a força de todos nós brasileiros no crescimento cultural, social e econômico do nosso Brasil. A nossa história é belíssima e muito rica, cabe a cada um de nós antes de sair para conhecer coisas novas, conhecer a nossa própria história e o nosso próprio país. Indo a Salvador, procure conhecer esse pedaço da nossa história.


.






                                 
                                                                                  




Nenhum comentário: