A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura: cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: 02/02/13Blog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: 02/02/13Blog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: 02/02/13Blog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

02 fevereiro, 2013

SALÃO DA MARINHA


            
                                         
                                       ESPAÇO DE PURA ARTE 

    
     O artista plástico Newton Avelino veio no ano de 2007 e 2008 com novos trabalhos mostrando toda a sua sensibilidade, misturando traços arrojados e cores fortes. 

    Uma linguagem própria do artista.No ano de 2007 o artista veio com a tela "O Maracatu", que lhe rendeu o 3º Lugar no Salão Marinha, na cidade de Natal - Rn Br. Em 2008 foram três salões, tendo participação em dois, II Salão Abraham Palatnik com duas obras: "Trabalhadores Informais" , obra onde teve a preocupação de colocar um tema que preocupa a sociedade como um todo, que é o emprego informal, e a segunda obra dele para o mesmo salão é a "Trabalhadores Nordestinos", ele busca mostrar, antes de mais nada, que esses mesmos são pessoas destemidas e com muita vontade de darem suas contribuições para construir um país mais justo e forte. 

    Como já dizia Euclides da Cunha: o sertanejo é, antes de tudo, um forte. Já no segundo salão do ano em Natal, I Salão Thomé Filgueira, foi classificado entre os 16 com prêmio de participação com a obra de título "Os vaqueiros". Com a tela "A derrubada" o artista expressa mais uma vez toda a sua sensibilidade e todo o seu arrojo sobre tintas, A derrubada mostra a labuta dos vaqueiros no sertão, no semi árido nordestino e no dia a dia com o gado. A segunda obra do I Salão Thomé Figueira, "Os caboclinhos"  mostra  as cores e a alegria do folclore nordestino na expressão de uma dança de origem indígena talvez a mais antiga do Brasil.