ANCORETAS – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: ANCORETASBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: ANCORETAS A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: ANCORETASBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: ANCORETASBlog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

04 agosto, 2014

ANCORETAS

                                 
                                                                           Fonte da imagem: josecarloslima  
                              


                        
                         TRANSPORTE DE ÁGUA NO SERTÃO
   




    O nordeste como todo mundo sabe é uma região linda e bem acolhedora, o seu litoral pode ser chamado de caribe brasileiro, mas eu vou falar mesmo é do nosso sertão tão sofrido e assolado durante anos e anos pelas secas cada vez mais prolongadas no semiárido nordestino.

   

     O nordestino antes de mais nada é mesmo um bravo lutador, ele sempre teve as adversidades como companheira e por isso mesmo ele sempre está pronto para vencê-las e conseguir tudo aqui que ele se propõe e tem como meta. A água no sertão nordestino sempre foi escassa e tem um motivo único, as prolongadas estiagens no semiárido.

   


     As vezes os sertanejos tem que buscarem água em lugares muito distantes das suas residências e para isso ele usam as suas ideias e os seus utensílios domésticos adequado de acordo com as suas necessidades e a região a onde ele vive. Pois bem, hoje eu vou falar de um artefato em que eles usam já há bastante tempo para carregar a água para as suas residências ou as casas de fazendas.

   


      Eu estou falando das maravilhosas "ancoretas", elas juntamente com os barris, foram os primeiros utensílios a serem usados no transportes de água no semiárido do nordeste para as casas dos sertanejos que possuía sítios ou fazendas, ou roça como queiram.

   


      A diferença entre esses dois artefatos quase não existe, basicamente é a mesma coisa, se não fosse pelo fato de um ser de borracha de pneu e a outra de madeira. As "ancoretas" eram feitas de borrachas de pneu e madeira, já os barris eram feitos de madeira e de uma espécie arco de aço no meio do barril e nas suas extremidades.

   


      Os agricultores usavam elas em lombo de jumentos ou burro ou cavalo como queiram. No século passado, na década de 1920, esse meio de transporte para distribuição de água no sertão do nordeste era muito comum.

    


       Hoje os meios já são outros, como por exemplo os caminhões pipas, as cisternas que recebem as águas da chuva e armazenam para que os agricultores usem para o consumo humano, e as caixas d'água por esse sertão de meu Deus. Porém ainda existem pequenos agricultores do alto sertão nordestino, que ainda usam esse tipo de utensílio domestico para trazerem água para as suas propriedades.



Nenhum comentário: