OURO BRANCO – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: OURO BRANCOBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: OURO BRANCO A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: OURO BRANCOBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: OURO BRANCOBlog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

19 março, 2016

OURO BRANCO

Fonte da imagem: jaldesmar


 

  


                            
                          

                                             

                               O SAL NOSSO DE CADA DIA




        O sal é um produto muito importante para a mesa dos seres humanos e até para uso animal, sem falar que ele é um dos produtos fundamentais para a economia do estado produtor. Vemos também que o Nordeste Brasileiro é uma dessas regiões do Brasil que mais produz o sal nosso de cada dia. Ele é muito importante para o homem, mas também tem que ser consumido “moderadamente”. O sal de cozinha ou sal comum, é um mineral formado principalmente por cloreto de sódio(NaCl). Ele foi até o início do século XX, muito importante como conservante alimentar, e também era usado como forma de pagamento no Império Romano. 





      A exploração desse tipo minério é realizada em salinas das aéreas costeiras e de mananciais de água salgada que atravessam depósitos de sal no subsolo. Os depósitos no subsolo passam a ser explorados através de minas, com esse tipo de exploração as salinas de manancial foram deixando de ter muita importância, isso no século XX. Pois bem, a região Nordeste do Brasil tem atraído grandes investimentos para esse setor econômico. A atividade nas industrias salineiras da região está em ascensão, isso acontece em decorrência de melhorias ocorridas nas indústrias nativas e da chegada de algumas outras indústrias vindo de outras partes do Brasil. 





      O litoral do Rio Grande do Norte, é aonde é produzido quase todo o sal do Brasil. É fundamental para a economia desse estado, a extração desse produto, pois ele desempenha importante papel na economia local. O principal polo salineiro do Rio Grande do Norte é a costa branca, o Terminal Salineiro de Areia Branca, o porto ilha, esse é responsável por escoar a produção de sal do polo salineiro. Ele fica a 14 milhas náuticas da cidade de Areia Branca, ele foi construído para estocagem e distribuição desse sal produzido nessa região. 





      Além disso, o cais de atracação das barcaças, com o respectivo deck, tem 94 metros. O sal dos brasileiros sai do litoral norte do Rio Grande do Norte, o maio produtor de sal do Brasil. Esse produto gera entre 20 a 25 mil empregos. As cidades de Mossoró, Areia Branca e Macau elas juntas produzem grandes quantidades de sal, e geram essa grande quantidade de empregos. O Nordeste brasileiro tem essa cultura de extrair o sal nosso de cada dia. Essa é uma das atividades mais forte na economia dessas cidades. Todos os dias, saem mais de 250 carretas carregadas de sal para serem distribuídos em outras cidades do Brasil. 





      São produzidas muitas toneladas desse produtos por ano, e chega abeirar os 600 milhões de reais ano. Como a gente ver, o estado do Rio Grande do Norte é um estado muito forte em se tratando de economia. Aqui se produz de tudo um pouco, precisa só de incentivo para a economia deslanchar. A cidade de Mossoró no Rio Grande do Norte, tanto agrega a produção quanto o processamento desse produto.  





       As indústrias salineiras junto as cidades, com grandes espelhos d’água, em área de várzeas, antes alagadas apenas de forma temporária pelas mares, e no sentido contrário ao vento, isso possibilita ter a proteção natural da ação dos ventos, e também consequentemente a poeira intensa nos períodos de estiagens. No passado as pessoas sofriam com a ação da natureza, na maioria das vezes por períodos prolongados. Podemos dizer que o sal ainda é uma fonte de geração de emprego e renda junto com o petróleo, para a cidade de Mossoró. Então sendo assim vejo o meu nordeste cada vez mais forte na produtividade desse país.

    






Nenhum comentário: