CAPELINHA DE MELÃO – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura: cultura do nordeste brasileiro CAPELINHA DE MELÃOA ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura: cultura do nordeste brasileiro

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato
Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

25 dezembro, 2013

CAPELINHA DE MELÃO

 
Dança típica do nordeste

         Capelinha de melão é um auto característico do ciclo junino, ele é realizado na noite de São João. Acompanhado com vários instrumentos, como: violão, clarineta, rabeca, sanfona e pandeiro. Um grupo de moças exibe-se com roupas e sapatos brancos.

          Nas indumentárias tem em sua cabeça uma capelinha de flores de melão de São Caetano em torno de um diadema. Cada moça possui uma tira de papel crepom nas cores vermelho ou azul. Essa tira vai do ombro esquerdo, que termina com um laço na cintura direita.

          As participantes cantam e dançam, em um bailado que tem de oito a dez partes, com coreografias e cantos próprios, termina com um refrão: "Capelinha de melão é de São João, é de cravo, é de rosa, é de manjericão".

          Tendo à mão uma lanterninha com vela acessa e uma bandeirola com a efigie do santo. Essa festa junina é um dos maiores símbolos brasileiros e surgiu na Europa chegando ao Brasil pelos portugueses e os nossos desbravadores. A festa também é marcada pela alegria e por seus símbolos: fogueiras, fogos de artifício, balões e outros.
 
 

 
Dança típica do nordeste

         Capelinha de melão é um auto característico do ciclo junino, ele é realizado na noite de São João. Acompanhado com vários instrumentos, como: violão, clarineta, rabeca, sanfona e pandeiro. Um grupo de moças exibe-se com roupas e sapatos brancos.

          Nas indumentárias tem em sua cabeça uma capelinha de flores de melão de São Caetano em torno de um diadema. Cada moça possui uma tira de papel crepom nas cores vermelho ou azul. Essa tira vai do ombro esquerdo, que termina com um laço na cintura direita.

          As participantes cantam e dançam, em um bailado que tem de oito a dez partes, com coreografias e cantos próprios, termina com um refrão: "Capelinha de melão é de São João, é de cravo, é de rosa, é de manjericão".

          Tendo à mão uma lanterninha com vela acessa e uma bandeirola com a efigie do santo. Essa festa junina é um dos maiores símbolos brasileiros e surgiu na Europa chegando ao Brasil pelos portugueses e os nossos desbravadores. A festa também é marcada pela alegria e por seus símbolos: fogueiras, fogos de artifício, balões e outros.
 
 

Nenhum comentário: