. Fevereiro 2018Blog de Arte e Cultura | Assuntos do Nordeste

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato
Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

19 de fev de 2018

CIDADE DO TURISMO

FALÉSIAS COLORIDAS: Fonte da imagem: aracaticidade











FALÉSIAS COLORIDAS






      As praias nordestinas são verdadeiras obras de artes feitas por Deus. Elas fazem parte de um dos mais belos litorais do mundo. O Nordeste do Brasil é considerado “o caribe do Brasil”. 365 dias do ano, tem sol. Essa região brasileira, foi muito privilegiada por Deus, pois tem, belezas naturais, uma boa infraestrutura e o povo acolhedor. A região nordestina cresceu bastante nos últimos 12 anos de administração federal em muitos setores, mas o setor do turismo, teve um grande aquecimento econômico. Escolhemos hoje, uma praia cearense que é muito linda e muito frequentada por turistas de vários pontos do mundo. 





      Majorlândia é um desses paraísos aqui na terra, que você quando chega nele, você fica simplesmente encantado em ver tanta beleza. Essa praia fica a 12 Km do município de Aracati, e tem uma vila de pescadores. Neste local magnífico, existe um denso coqueiral que contrata com lindas falésias brancas e avermelhadas. Elas dominam a praia de Majorlândia. Outra beleza que encanta todos os que ali chegam, são o colorido das jangadas dos pescadores; elas são ancoradas ao longo da praia e se harmonizam com a beleza deste lugar. 





       Majorlândia também é muito conhecida, tanto pelo seu carnaval como pelas garrafinhas com areia colorida vendida aos turistas que visitam este lugar. As esculturas esculpidas em Majorlândia pelo vento e o tempo, entre as falésias, é outro motivo de tanta frequência nesta praia. Ela fica no litoral leste do estado do Ceará a onde o turista pode encontrar outras belezas naturais tais como: piscinas naturais, sol, belos coqueirais, e um visual deslumbrante. 





      A cidade de Aracati fica a 160 Km de Fortaleza; e de, Aracati para Canoa Quebrada são mais 12. Essa praia foi considerada área urbana desde 1980 pela lei nº 15/80. Sua atividade comercial é: o turismo e lazer. Ela também é muito conhecida pelo seu carnaval, a onde consegue uma quantidade de turistas bem maior na época de carnaval. 





        Os turistas em Majorlândia, podem escolher aonde querem ficar, ou seja; nesta praia, tem muitos bares, restaurantes, uma infinidade de bons pratos regionais tais como: galinha caipira, peixe frito e cozidos, e frutos do mar. O turista que puder e quiser conhecer esta praia, saindo de Fortaleza é só pegar a CE-040 em direção a Aracati. 





      Depois contornar a cidade de Aracati pela BR-340 até a entrada de Canoa Quebrada/Majorlândia. Os turistas também podem seguir pela BR 116 até o Boqueirão do Cesário (Ce) depois pela BR-304 até a entrada de Canoa Quebrada/Majorlândia logo depois de Aracati. Saindo de Natal no Rio Grande do Norte, é só seguir pela BR_406 até Mossoró (Rn) e depois pela BR304 até a entrada de Canoa Quebrada/Majorlândia 1 KM antes de chegar na Cidade de Aracati (Ce). 





      O litoral cearense é um dos mais belos do Nordeste e do Brasil, e está é uma das belas praias cearenses que pode receber o turista de braços abertos, pois além de uma beleza natural exuberante, ainda tem uma boa infraestrutura, e um povo acolhedor. Vindo ao Nordeste brasileiro, procure conhecer o Ceará e as suas belezas naturais. Procure um guia turístico, só assim seu passeio pode se tornar mais agradável.



TURISMO RELIGIOSO

SERRA DO BODOPITÁ | Fonte da imagem: geotrilhas









SERRA DO BODOPITÁ







      A pedra de Santo Antônio, é um ponto turístico religioso que fica na Serra do Bodopitá no município de Fagundes, no estado da Paraíba. Essa pedra é formada como tantas outras, por agrupamentos de diversos minerais e que formam as montanhas. São minerais sólidos que formam elas. E essa é uma como tantas outras que estão espalhadas no sertão e no agreste nordestino que, terminam se tornando pontos turísticos; tanto pelas suas belezas quanto pela fé do homem do Nordeste. 





      Na verdade, reza à lenda que, essa pedra começou virá ponto de visita desde a época que acharam uma imagem católica de Santo Antônio dentro de uma das fendas dessa pedra lá pelo século XlX. Alguns descendentes de escravos vindo de Pernambuco, foi quem encontraram essa imagem dentro da fenda dessa rocha, e depois de muito tempo levaram a mesma imagem para uma igreja em Fagundes, só que misteriosamente a imagem tornava a voltar para a rocha, local de origem. Depois do terceiro desaparecimento, a pequena passagem tornou-se de difícil acesso e a imagem nunca mais foi vista. No ano de 1904, foi erguida uma capelinha no lugar, com uma estátua de Santo Antônio. Depois disso, começaram as romarias que ocorre até os dias atuais. 





      Hoje em dia, milhares de devotos de Santo Antônio sobem a pé os quase 2 quilômetros que separam a rocha da simpática cidade de Fagundes, uma pequena cidade situada no pé da serra e principal porta de entrada para os encantos escondidos na pedra. Depois que você chega até à pedra, você tem o trabalho de rastejar por uma fenda de 40 cm que foi esculpida pelo vento, no pé da grande rocha. Os fiéis além de obterem curas para as diversas enfermidades, os devotos garantem que, uma vez realizado o sacrifício, no próximo ano ele consegue um casamento. Não é de agora que Santo Antônio é conhecido como santo casamenteiro. 





       Além de muitas festas católicas e de muitas romarias no local, você ainda pode se deliciar com um bom forró pé de serra e com um cardápio tipicamente regional. Fagundes é um pequeno município do compartimento da Borborema, situado a 120 km de João Pessoa, comemora largamente as homenagens de milhares de brasileiros a Santo Antônio. Por lá você irá encontrar um cenário repleto de trilhas ecológicos e monumentos naturais, o recanto atrai, além dos turistas aventureiros, milhares de fiéis que visitam o lugar para agradecer as graças alcançadas em devoção a Santo Antônio. 





      Apesar de não possuir ainda infraestrutura adequada para receber um número maior de turistas, a Serra do Bodopitá já se destaca como ponto para a prática de Treking(, trilhas pelas matas), assim como para quem gosta de desafiar o medo através de esportes de aventura, como por exemplo, o rapel e da escalada em rocha. Nos passeios pela Serra e possível ter ainda um contato direto com a fauna local, formada principalmente por répteis e pássaros típicos da região. Quem chega a Campina grande vindo de João Pessoa, à capital paraibana, vindo pela BR 230, não pode deixar de se admirar com a imponente cadeia de montanha que forma a Serra do Bodopitá. Ali, existe quase 900 metros de altitude em relação ao nível do mar. Se você vier à Paraíba, não deixe de conhecer esse maravilhoso local. Procure um guia autorizado, alguém que conheça o local.




      

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...