TAMBOR DE CRIOULA – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura: cultura do nordeste brasileiro TAMBOR DE CRIOULAA ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura: cultura do nordeste brasileiro

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato
Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

23 janeiro, 2014

TAMBOR DE CRIOULA

Fonte da imagem: contos de congoitabiras






UMA EXPRESSÃO CULTURAL

       





      O tambor de crioula é mais uma das danças brasileira com origem africana, e é realizada em prol de São Benedito.
        Esse santo é bastante popular entre os negros. O Tambor de Crioula trazido para o Brasil entre os séculos XVlll e XIX por escravos vindo de várias regiões da África, o Tambor de Crioula é uma forma de divertimento ou pagamento de promessas a São Benedito (Santo Negro).
         Os grupos de Tambor de Crioula são formados pelas coreiras, este nome é dado pelos tocadores e pelos cantadores, conduzindo pelo rítimo  ininterrupto dos tambores e pela influência do canto, culminando na punga ou umbigada.
          A parte principal da dança é um movimento coreográfico no qual as coreiras num gesto entendido como de saudação e convite, tocam o ventre uma das outras.
          Os tambores que compõem o conjunto instrumental são de madeira, afunilando e escavados, com couro em uma das extremidades.
           Presos com cravelhas e amarrados com corda ou couro. Antigamente, as festas aconteciam de formas espontânea e o número de participantes não era fixo.
            O seu reconhecimento como expressão cultural só veio a partir na década de 1960, fazendo com que o Maranhão fosse reconhecido pelo Tambor de Crioula.
            Hoje, é necessário que os grupos tenham registro jurídico e uma sede. A capital do estado do Maranhão conta com aproximadamente com 80 grupos oficialmente cadastrados desde 2004.

Fonte da imagem: contos de congoitabiras






UMA EXPRESSÃO CULTURAL

       





      O tambor de crioula é mais uma das danças brasileira com origem africana, e é realizada em prol de São Benedito.
        Esse santo é bastante popular entre os negros. O Tambor de Crioula trazido para o Brasil entre os séculos XVlll e XIX por escravos vindo de várias regiões da África, o Tambor de Crioula é uma forma de divertimento ou pagamento de promessas a São Benedito (Santo Negro).
         Os grupos de Tambor de Crioula são formados pelas coreiras, este nome é dado pelos tocadores e pelos cantadores, conduzindo pelo rítimo  ininterrupto dos tambores e pela influência do canto, culminando na punga ou umbigada.
          A parte principal da dança é um movimento coreográfico no qual as coreiras num gesto entendido como de saudação e convite, tocam o ventre uma das outras.
          Os tambores que compõem o conjunto instrumental são de madeira, afunilando e escavados, com couro em uma das extremidades.
           Presos com cravelhas e amarrados com corda ou couro. Antigamente, as festas aconteciam de formas espontânea e o número de participantes não era fixo.
            O seu reconhecimento como expressão cultural só veio a partir na década de 1960, fazendo com que o Maranhão fosse reconhecido pelo Tambor de Crioula.
            Hoje, é necessário que os grupos tenham registro jurídico e uma sede. A capital do estado do Maranhão conta com aproximadamente com 80 grupos oficialmente cadastrados desde 2004.

Nenhum comentário: