TIRADORES DE COCO DO NORDESTE – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: TIRADORES DE COCO DO NORDESTEBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: TIRADORES DE COCO DO NORDESTE A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: TIRADORES DE COCO DO NORDESTEBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: TIRADORES DE COCO DO NORDESTEBlog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

01 janeiro, 2015

TIRADORES DE COCO DO NORDESTE

                    
                                                                 Fonte da imagem: touristicroutes
                            




                  PALMEIRAS GIGANTES E ANÃS

   




   Os tiradores de cocos do litoral do nordeste brasileiro fazem parte da cultura nordestina. É muito comum você ver esses profissionais ganharem a vida perigosamente subindo em altos coqueiros que é da família das palmeiras, sendo única espécie no gênero de cocos. Há uma grande controvérsia em se tratando da sua origem.
   




    Uns dizem que essa palmeira, ela é da região asiática, outros falam que elas vêm da Nova Zelândia, e outros falam que elas têm origem dos rincões da América do sul. Sendo assim, vemos que a sua origem não tem uma base exata de onde eles surgiram.
    




     Os coqueiros se dividem em duas espécies: Os gigantes e os coqueiros anões. As primeiras mudas foram trazidas para o Brasil na época da colonização que data do ano de 1553, vindas da ilha de Cabo Verde, plantadas inicialmente no litoral baiano, sendo espalhada por todo o nordeste e por todo o Brasil.
    




    A diferença entre essas duas variedades de coqueiros é que o chamado coco da Bahia, e que é a espécie de coqueiros gigantescos. Nessa outra espécie de palmeira, a extração é feita quando o coco está seco. Já na extração do coco anão, a sua extração é feita quando o coco ainda está verde, porque é para o consumo da sua água.
    




    Embora seja pra eles uma profissão como outra qualquer, os tiradores de coco do nordeste sempre que estão em atividades eles correm um risco tremendo, pois sem qualquer equipamento de segurança, arriscam a sua vida subindo em coqueiros de até 30 m de altura.
    




     Nessa arriscada atividade, eles portam apenas um facão rabo de galo, muito utilizado no corte de cana de açúcar e uma vasilha plástica para colocar óleo diesel, que é a principal arma contra eventuais animais peçonhentos que habitam nas copas dos coqueiros. Com roupa adequada, para melhor mobilidade, ganham a vida numa exaustiva jornada de até 10 horas de trabalho. Os Tiradores de cocos do nordeste brasileiros, são uma página da cultura e da história dessa região tão bela e tão rica do Brasil.

Nenhum comentário: