FRUTO AMARELO DO CERRADO - A ARTE DE NEWTON AVELINO | A arte do Nordeste.

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato
Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

30 de jan de 2018

FRUTO AMARELO DO CERRADO

Galinha com Piqui-Fonte da imagem: blog do verão








GALINHA COM PIQUI






      A cozinha Nordestina, é uma das mais aromatizantes, picantes e com uma variedade de pratos regionais, que é, de dá água na boca. Entre um estado e outro da região, você pode ter um mesmo prato com nomes diferentes. Temos uma influência enorme das cozinhas indígena, africana, européia, asiática e até de outras partes do mundo. Elas foram introduzidas no Brasil colônia, mas com a continuação dos anos, a cozinha brasileira foi sendo adaptada aos seus próprios gostos e sabores, acrescentando novos temperos. 





      Hoje vamos falar da cozinha piauiense. Essa cozinha, a é uma das mais ricas cozinhas do Brasil. Ela usa vários condimentos em seus pratos, e usa muitas frutas do cerrado e da caatinga. O sabor do tempero da cozinha piauiense é inigualável. Uma dessas frutinhas é o Piqui. Essa fruta é nativa do cerrado brasileiro, muito utilizada na cozinha nordestina, do centro norte, meio norte, Minas, Goiás e Mato Grosso. 





      O pequizeiro é uma árvore protegida por lei, que impede seu corte e comercialização em todo o território nacional. Essa árvore atinge geralmente 10 metros de altura, tronco com ramos grossos, normalmente tortuosos, de casca áspera e rugosa de cor castanha acinzentada. Têm folhas pilosas, recobertas com pelos curtos, compostas, formadas por três folíolos com as bordas recortadas, tendo a nervuras bem marcadas. Suas folhas, ricas em tanino, fornecem substância tintorial, usadas por tecelãs. O pequizeiro floresce durante os meses de agosto a novembro. Esse é um fruto que pode ser aproveitado em conserva, licores, como ingrediente de doces (como brigadeiro) ou seja, salgados (no arroz ou frango) e até na indústria cosmética. 





      Ele é rico em retinol, uma vitamina A sintetizada, que produz a elasticidade da pele. Ajuda visão, no intestino, nos ossos e no sistema imunológico. No Piauí, ele é consumido dentro da sua culinária, e dentre tantos pratos, um dos mais apreciados é o frango com piqui. Também outro prato muito bem degustado é, o arroz com piqui. Mas vamos falar aqui, é do frango com piqui. Esse é um prato saboroso da cozinha piauiense e que é bem suculento, que dá água na boca de todos que apreciam. Vamos a preparação do prato. Ingredientes: 1 frango caipira picado e sem pele, 12 caroços de Piqui, 1 cebola média, 4 dentes de alho, amassados com sal, 1 colher de sopa de óleo 1 litro de água, salsa, cebolinha e pimenta de cheiro. 





      Modo de preparo: Coloque óleo na panela, assim que esquentar, bote a cebola para doura, depois acrescente o alho com o sal e o frango. Deixe refogar bem e depois acrescente o Piqui. Adicione a água aos poucos. Depois bote toda água na panela, coloque a pimenta e o cheiro verde e deixe cozinhar por mais ou menos 30 minutos. Se precisar coloque mais água. Quando o frango estiver bem cozido, está pronto. Cuidado na hora de comer, só se come à camada amarela e macia que envolve o caroço, a parte interna da fruta é cheia de espinho e se você morder com força, pode machucar a boca. Indo ao Piauí, procure degustar o prato saboroso e suculento, dessa terra maravilhosa, que é  galinha no piqui.

.




  



Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...