A RABECA – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: A RABECABlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: A RABECA A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: A RABECABlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: A RABECABlog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

12 julho, 2013

A RABECA

Fonte da imagem: blogln.ning
                                     
                                      

                         
                               INSTRUMENTO ARTESANAL
           
          
    A rabeca é um instrumento de cordas sendo uma versão mais antiga do que o violino, pode-se dizer que tem uma identidade própria, que se distingue na sua construção e no modo de tocar, mudando muito de região pra região. Sendo atualmente difundida em centros urbanos.
          

    A Rabeca é um instrumento de origem árabe e a sua utilização vem desde a idade média. No Brasil, de norte a sul, é confeccionada por artistas simples, populares, que muitas vezes não tem formação acadêmicas, são autodidatas mesmo.
          

     Foi pela região do nordeste brasileiro que a rabeca ficou popularizada sendo difundida por bandas locais dessa região, utilizada em melodias do forró. Após essa faze de divulgação do instrumento no nordeste, ela passa a ser difundida no resto do Brasil, por tratar-se de um instrumento melódico e harmônico.
          

    

      Existe rabeca de três cordas, quatro e ,raramente, cinco cordas. Sabe-se que ela é um instrumento criado pelos árabes na idade média depois atravessou a europa e terminou aportando no Brasil na época do império.
           

     No nordeste, além do forró, é também bastante utilizada pelos grupos folclóricos e é um instrumento em destaque na cultura popular, usada em festas populares pelo Brasil inteiro.


                       



Nenhum comentário: