SERTÃO BRASILEIRO – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: SERTÃO BRASILEIROBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: SERTÃO BRASILEIRO A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: SERTÃO BRASILEIROBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: SERTÃO BRASILEIROBlog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

04 junho, 2014

SERTÃO BRASILEIRO

                                 Fonte da imagem: ozildoroseliafazendohistoria
 
                              A ARTE DE FAZER ARTE NO SERTÃO
    Desde o começo do século XX até os dias atuais a nossa geração, era muito comum às pessoas passarem pelas estradas de barro batido em pleno semiárido nordestino, verem, no interior do sertão do nordeste brasileiro, as cercas de pedras que faziam e ainda fazem parte da linda paisagem tanto na seca do sertão, como também na florada das árvores quando o sertão recebe a invernada do ano.
 
   A Cerca de Pedra sempre fez parte da cultura nordestina. Ela sempre existiu desde os séculos passados. Ela foi a  melhor forma de ser utilizada para a demarcação entre as propriedades dos latifundiários no século XVlll.
 
   Lembro que nos anos de 1970 elas eram muitas e em grandes proporções, lá pros lados do Sertão, eu sempre admirei essa rústica engenharia do homem sertanejo nesse aspecto.
 
   Ele não agredia o meio ambiente desmatando a caatinga nem mata ciliar, nem vegetação de espécie alguma, ele simplesmente usava o meio que eu acho mais correto e o mais limpo para preservar o meio a onde ele vive.
 
   Pois bem, essas cercas eu cheguei a vê-las de pertinho nas minhas grandes e pequenas pescarias pelo o interior do sertão. O interessante é que apesar de serem pedra sobre pedra, as cercas tem uma largura de pelo menos um metro de largura.
 
   Elas eram tão seguras que nenhum animal de porte médio e grande conseguia ultrapassá-la facilmente. Eu acho que nem os caprinos que são o terror do sertão, não conseguiam essa proeza facilmente.

   Elas eram vista nas propriedades como símbolo da engenharia sertaneja. Hoje algumas propriedades ainda têm algumas dessas, como no sertão piauiense, talvez no sertão cearense e um pouco no sertão maranhense.
 
    A modernidade vem acabando com essa linda paisagem do campo. As Cercas de Pedras dos Sertões fazem parte da história do Nordeste Brasileiro.