AZUL TURQUESA – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: AZUL TURQUESABlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: AZUL TURQUESA A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: AZUL TURQUESABlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: AZUL TURQUESABlog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

26 setembro, 2016

AZUL TURQUESA

MARAVILHA POTIGUAR | Fonte da imagem: bahia.ws











MARAVILHA POTIGUAR








      Sabemos que as praias do Nordeste são parte um polo turístico que alavanca o aquecimento da economia dessa região. No nessa região, tanto na área do seu litoral quanto na parte que se refere ao sertão são duas sub-regiões que oferece aos turistas, comodidade, atração, cardápios nacionais, regionais e internais e uma logística ótima. São duas sub-regiões lindíssimas, com suas características peculiares de como vemos as coisas, mas que sempre é bom quando pode se conhecer essa região tanto do lado lindo das paisagens praieiras quanto das paisagens lindas da caatinga. 






      Quando se fala de Nordeste brasileiro, sempre associamos ao turismo, a sua culinária, e a sua cultura. Hoje vemos que o Nordeste, é para os brasileiros e para turistas estrangeiros, uma espécie de caribe, pois temos lindas praias, temos paisagens paradisíacas, temos um povo alegre e temos um pais tropical. Então tudo isso, faz com que essa região do Brasil, seja uma das mais procuradas para turismo pois ela tem um calendário de festas predefinidas que é feito para essas festividades durante todo o ano. É por isso que o Nordeste brasileiro, se diferencia de outras regiões brasileiras. 






       Dentre muitas praias dessa região, eu vou destacar uma dessas, que podemos chama-la de cartão postal ou mesmo de cenário paradisíaco de cinema. O nome dela é Barra de Cunhaú. Esse lugar é um lugar bem especial e mágico, só quem conhece é que tem a dimensão de quanto ele é realmente lindo. Fica distante da cidade do Natal, a capital do Rio Grande do Norte, cerca de 76 Km. Para chegar a praia de Barra de Cunhaú, é pela BR-101 no sentido litoral sul, indo de Natal para Barra, é feito pela BR 101 no sentido João Pessoa, em seguida pela RN-269. 






      Também pode se chegar pela beira mar, percorrendo cerca de 60 Km de litoral, em buggy ou em veículos 4x4, quando a maré estiver baixa. Essa praia fica no município de Canguaretama, e é uma das praias mais famosas desse município, com uma enseada paradisíaca de águas tranquilas e uma paisagem deslumbrante, cinematográfica, tendo como cenário as águas do Rio Curumataú, o município de Canguaretama está repleto de lindas praias, dunas, lagoas, rio e manguezais e muito mais. 






      Essa região além de ser um polo produtor de camarão, ainda é muito procurada para a prática de esportes náuticos tais como: windsurfe, kitesurf e outros. Esse lugar tem uma boa infraestrutura gastronomia e de hospedagem, e ainda tem um aspecto de pequena cidade de interior, com muita beleza e calmaria. É isso que deixa os turistas e os nativos relaxados com tanta beleza e paz que esse lugar transmite. A história dessa região registra o trágico acontecimento chamado Martírio de Cunhaú, acontecido no Engenho Cunhaú, no dia 16 de julho de 1645. 






      O delegado do Conde Maurício de Nassau, Jacob Rabi, chegou a Cunhaú acompanhado pelos índios Janduís. Durante a missa dominical, que estava sendo, celebrada pelo Padre André de Soveral, o delegado Jacob mandou os índios invadirem a capela e matarem o padre e todos que estavam naquela missa. Esse ataque foi tão violento que, atingiu até as pessoas que estava na casa grande do engenho. Só escaparam três pessoas. 






      Então como vemos essa região além de ser linda, e ter um cenário de cinema, ainda tem uma rica história para ser contada para os que ali chegam para visitar e se deliciar das belezas naturais e da gastronomia do lugar, que é praticamente a base de frutos do mar. Procurem um guia autorizado para que ele mostre as belezas do lugar, só assim a sua viagem não se torna uma dor de cabeça. Procurem saber aonde fica os lugares que se possa tomar banho tanto de rio quanto nas lagoas ou mesmo nas praias, que não traga perigo para os banhista.




Nenhum comentário: