A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: A LITERATURA DE CORDEL A LITERATURA DE CORDELA ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

NEWTON AVELINO

Confira a arte do artista potiguar Newton Avelino, na sua galeria permanente. Adquira já uma obra!

22 junho, 2013

A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro , A LITERATURA DE CORDEL , Cultura Nordestina ,

A LITERATURA DE CORDEL


                                                                          fonte da imagem: senado.gov.
                                     
                                                     
                                   

                                  FORMAS E RIMAS


           

      O cordel é um tipo de poesia popular, ele é impresso em folhetos rústicos colocados à venda pendurados em cordas, daí veio a origem do nome. Na literatura de cordel, geralmente as histórias vem narrando o cotidiano do nordeste. Eles são feitos em formas de rimas e os poemas são ilustrados em xilogravuras. As estrofes mais comuns são as de dez.

            


        Os cordelistas recitam versos acompanhados de violas. A literatura de cordel, está ligada a outras culturas europeias que desembarcaram no Brasil a partir do império, desde a idade média, e começou com o romanceiro luso espanhol e do renascimento. No Brasil, o cordel se popularizou mesmo foi no sertão nordestino e são geralmente vendidos em feiras, mercados e em sebos, pelos próprios artistas ou outros. Em outros estados brasileiros são comercializados em lojas que tem produtos tipicamente nordestinos.

            


        Esses artistas populares, que são os cordelistas, criam versos improvisados de qualquer acontecimento ou alguém que eles queiram falar. São formas variadas de todos os tipos. O cordel existe também em prosa em uma parte da europa, como: Itália, portugal e espanha. Na américa central tem o méxico que também tem toda a história de cordéis de prosa. No Brasil o nordestino soube dá uma roupagem toda especial a essa forma de cultura e de arte, mostrando que o cordel realmente se tornou uma parte de sua cultura.









Nenhum comentário: