BERIMBAU – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: BERIMBAUBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: BERIMBAU A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: BERIMBAUBlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: BERIMBAUBlog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

22 junho, 2013

BERIMBAU



                
                                                    fonte da inagen :Timbocapoeira
         
                    


                            MAIS QUE UM INSTRUMENTO





                O surgimento do berimbau foi há quase vinte mil anos dizem os mais estudiosos. O instrumento é milenar, ele nada mais é do que um arco parecidíssimo com um arco para usasr para atirar flexas e que deu origem ao arco musical. De qualquer forma, o instrumento deve ter chegado ao Brasil na época da colonização, já junto com os primeiro escravos.

         
          

         No Brasil o berimbau passou a fazer parte como elemento típico de capoeira. Ele só entrou nas rodas de capoeiras no século XX. No nordeste ele é feito de um arbusto chamado briba que é fácil de de envergar. Na sua base usa-se a cabaça para servir como uma caixa de resonância que extrai o som, o percursionista usa uma baqueta e uma moeda pequena para extrair os sons do instrumento nas rodas de capoeiras.

            
          

         A palavra capoeira vem do tupi. Hoje o berimbau é tocado em todo o mundo. A origem do berimbau é angolano, quando ele entrou no Brasil na época da colonização ele foi popularizado nas rodas de capoeiras no nordeste. No Brasil o berimbau também é conhecido por vários nomes, urucungo, rucungo, gunga etc. A afinação depende muito da aprovação do mestre da roda de capoeira, por isso as regras quase não existe.


         









 



                      


Nenhum comentário: