CIDADE PROJETADA – A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: CIDADE PROJETADABlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: CIDADE PROJETADA A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: CIDADE PROJETADABlog de Arte e Cultura A ARTE NORDESTINA | Blog de Arte e Cultura do nordeste brasileiro: CIDADE PROJETADABlog de Arte e Cultura

SEGUIDORES

Página Inicial Biografia Produtos Galeria O que dizem Jornalista Links Entrevistas Contato

17 outubro, 2015

CIDADE PROJETADA


                                                                          
                                                 Fonte da imagem: fancyholidays
                        
                            




                                REFERÊNCIA NO BRASIL

  




      As capitais nordestinas são lindas, e cada uma delas tem uma história riquíssima que nos mostra uma cultura bela de destaque no cenário nacional. Vamos falar da cidade de Aracaju, a capital do estado de Sergipe. 

   

     Ela é uma cidade que é cortada por rios, mantém um ar de cidade histórica e preserva muito a sua cultura, tem muitos pontos culturais e é uma cidade que mantém uma qualidade de vida muito alto. Aracaju tem 580 mil habitantes mas contando com os municípios que formam a grande Aracaju passa para 840 mil. 

   

     É a capital do menor estado da federação, mas que é um exemplo para o resto do Brasil pela conservação da sua história e dos seus pontos turísticos, mantendo assim uma história bela que mistura o moderno com o antigo. Ela é considerada a capital com o menor índice de desigualdade do Nordeste do Brasil. 

   O verão Sergipe, Forró Caju e o Pré Caju são os eventos mais badalados dessa cidade. Essa cidade nordestina, foi feita para o futuro, todas as suas ruas foram projetadas geometricamente, para desembocarem no rio Sergipe. Ela foi referência no Brasil, um exemplo de tal tendência geométrica. 

   

    As cidades existentes antes do século XVII adaptavam-se às condições topográficas naturais. Ela como cidade projetada nasceu no ano de 1855 por necessidade econômica. O povoado de Santo Antônio do Aracaju, foi elevado à categoria de cidade por uma assembleia. 

   

    Como o seu desenvolvimento era lento, fez com que a cidade tivesse ainda características de povoado. Depois de 1855 aí sim, a cidade de Aracaju se deslocou para o alto da colina de Santo Antônio, e depois para as margens do rio Sergipe. Já em 1911, a cidade já era o maior centro urbano e a cidade mais industrializada do estado.






Nenhum comentário: